O ‘case’ Amazonino e o espírito público

Ok, Amazonino errou, foi destemperado e tem a obrigação de se retratar. Um popular pode reagir como ele reagiu, num bate-boca privado, mas prefeito não. Tem a liturgia do cargo e a questão da representação – ele fala pelos 2 milhões de manauaras, mesmo os que não votaram nele. Repetiu o que os sociólogos dizem há muito tempo (a imigração explosiva explica as ocupações ilegais e de risco em Manaus) de  forma desastrosa. O que não disse é que a responsabilidade é dos políticos, ele incluído, que não foram capazes de planejar a cidade para ficar à frente de problemas como esse.

O que se seguiu à frase, devidamente retirada do contexto – Amazonino, antes, ofereceu casa alugada, terra e kit de madeira para construção das casas dos moradores sob risco –, é um fenômeno das mídias sociais, onde tudo ganha rapidamente dimensão global. E aí entrou a carnificina característica da falta de espírito público do período pré-eleitoral.

Manaus terá, em 2012, uma das eleições mais disputadas para prefeito. Conta aí: Amazonino, Serafim, Praciano, Vanessa, Rebecca… e outros.

É em momentos assim, quando a manifestação ruidosa e legítima dos paraenses confunde Amazonino com Manaus, que os manauaras e amazonenses em geral precisam sacar do máximo de espírito público.

A cidade vive um momento raro. Há oposição forte na Câmara Municipal. O grupo que votou em Isaac Tayah, retaliado pela administração municipal, reveza-se na tribuna batendo no prefeito. Transformou o que poderia ser uma oposição crítica e capaz de colocar a administração municipal nos trilhos num bate-estacas que acabará por vitimizar o alvo.

De novo indago: onde está o espírito público? Não seria a hora de discutir mais profundamente o planejamento da cidade? Por que não mirar os exemplos que deram certo? Os membros do  Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC), por exemplo, têm mandato e respeito dos prefeitos, que nada fazem sem o aval explícito deles. Desde a década de 60.

Mônaco, cidade paradigma dos bon vivant, foi construída nas encostas dos Alpes Marítimos. Mas a obra foi feita com respeito, não há deslizamentos e o metro quadrado vale uma fortuna. Há quem ache um exagero fazer esse tipo de comparação, mas o que faço é mirar num exemplo de administração que respeita o dinheiro público e oferecer um parâmetro à altura dos rios de dinheiro que foram gastos no Amazonas – grande parte dele fruto da renúncia fiscal do resto do País, como bem disse o próprio Amazonino, inclusive dos paraenses.

Manaus não andará enquanto não encarar a questão fundiária. A cidade não comporta mais invasão, que faz nascer da noite para o dia demanda de infraestrutura não contemplada em qualquer orçamento (água, luz, telefone, asfalto, ônibus, escola, delegacia e o que mais você pensar). É impossível planejar qualquer coisa num ambiente assim, ainda mais quando anabolizado por políticos irresponsáveis, demagógicos, aproveitadores, capitães da máxima do “farinha pouca meu pirão (ou meu voto) primeiro”.

Amazonino errou. Mas Manaus inteira erra quando trata das invasões. É hora de pensar com espírito público nessa questão.

Veja o vídeo distribuído pela Semcom com a íntegra da desastrosa ida de Amazonino ao local onde morreram três pessoas, vítimas de desabamento, fim de semana passado. Perceba que ele chega ao local sem ter estudado o problema. Põe a mão na cabeça, se pergunta o que fazer, várias vezes, e começa a improvisar, até o momento do diálogo áspero com a moradora:

http://www.youtube.com/watch?v=n7Yaq08MIZY

21 comentários para “O ‘case’ Amazonino e o espírito público

  1. william alexandre disse:

    Ainda tem pessoas falando que a mulher é humilde, na minha leitura faltou foi humildade nessa história toda. Colocando-me na posição dele, (como prefeito) se dispondo a auxiliar de alguma forma, mesmo sabendo que as pessoas estão irregulares no local, a mulher vem faltando com respeito, se sentindo toda na razão de uma coisa inconcebível e eu ainda ter que ficar calado, realmente eu não ficaria. Também não vi preconceito com os paraenses, vi sim uma pessoa tarimbada, demonstrando a devida preocupação com a migração de pessoas sem condições financeiras, buscando dias melhores no nosso Estado, sem observar as conseqüências de perder tudo, até mesmo a vida … O preconceito às vezes está na cabeça de quem realmente tem e com isso busca interpretar as palavras invocando o tal sentimento. Pense nisso. e o interessante é que tem gente da OAB do Para, do Senado até alguns de nossos vereadores tudo querendo pegar carona, mas buscar auxiliar aqueles moradores que estão com problema nada né… MAIS O QUE EU SEI É QUE A PESSOA QUE TA SENDO APEDREJADA É A UNICA QUE TÁ BUSCANDO AUXILIAR AQUELES POBRES MORADORES… BOA SORTE AMAZONINO NOSSA CIDADE PRECISA REALMENTE DE AÇOES E NAO DE CHACOTAS.

  2. Wallace disse:

    Marcos Santos!!
    Vi o vídeo por inteiro e apoio 100% o prefeito Amazonino, o pessoal esta invadindo área de risco e depois querem receber tudo de graça, vendem o que ganhou e depois voltam para invadir área de risco, em alguns casos vendem ou alugam as casas que antes foram desapropriadas. Os pessoais que invadem área de risco deveriam responder processo criminal por colocarem suas vidas e de terceiros em risco de morte. Outra situação é que a invasora se recusa a sair do local de risco por este motivo ela esta pedindo para morrer (tem que falar a verdade) e o pior é a total falta de educação e respeito com o Senhor prefeito. A invasora chama também o prefeito de governador (acho que ela estava que ela estava mais querendo agredir o prefeito). Quanto à situação de a mesma ser do Pará, é que muito vem para Manaus sem nada, e invadem as terras e ainda querem ter direitos, desrespeitando todos os amazonenses e todos aqueles que pagaram para ter suas moradias. Acham que podem invadir e ainda ganhar casas de graças.
    Mais é triste alguns atores de jornalismo e emissoras de TV editarem as imagens no sentido de prejudicar nos AMAZONENSES e plantar a discriminação ao povo MANAUARA, que elegeu e elege cidadãos paraenses para a câmara e assembléia e senado e ate governador.
    Vamos deixar de baboseira, pois não é justo criar uma guerra entre o povo amazonense e o povo paraense. E acima de tudo respeitar nossas autoridades.
    Tem que acabar com o xingamento e total falta de respeito com o nosso prefeito Amazonino Mendes.
    Os atores de jornalismos que apresentam programas que exploram a miséria e o povo pobre têm que ter controle emocional e respeito pelo nosso prefeito e governador. Temos que exigir do ministério publico que estes programas sejam extintos de nossas televisões.
    Estes atores de jornalismo não têm nenhum preparo para apresentar qualquer tipo de programa.

  3. Marcio disse:

    REALME O UNICO ERRO DESSAS PESSOAS E, VOTAREM EM POLITICOS DEMAGÓGOS E ULTRAPAÇADOS DA EPOCA DA CHIPATA.

  4. administrador disse:

    Amazonino falhou marcos , em tudo, fez tudo errado. Do nada, doou casas, chamos as pessoas de filhiinhos, quanto populismo , isso e campanha eleitoral. Temos que pensar que poderia ser pior a situacao em Manaus, se Eduardo Braga nao tivesse feito o Prosamim, e retirado centenas de casas em beira de igarape.

  5. Roberto Santos disse:

    O único errado nesse caso é o proóprio Amazonino Mendes. Foi ele que no passado, quando Prefeito e Governador, fomentou todo tipo de invasão na cidade de Manaus. Se fosse o Serafim que tivesse dito o que ele, Amazonino disse, tava todo mundo tacando o pau, inclusive o MPE e o Judiciário. Manaus está assim, por culpa de todos os governantes que passaram pelo nosso Estado e pela admnistração da capital após o período da ditadura. Eu digo “TODOS”.

  6. Eduardo Rocha disse:

    Não foi ele quem governou por 20 anos esse Estado e ficou conhecido por incentivar essas invasões?
    Engraçado as voltas que o mundo dá!
    Amazonino é vitima dele mesmo! É o Negão seu maior inimigo!
    É sobre o signo do tudo pode, da manaus sem lei, do poder a qualquer custo, que nossa cidade foi inventada.
    Amazonino, Eduardo, Alfredo, Carijó, Serafim… todos lados de uma mesma moeda! O pior é que é com a nossa sorte que esse povo joga! Então só nos resta MORRER.

  7. Alan Martiniano disse:

    Não sei se o prefeito Amazonino foi sincero na sua preocupação com o povo… Mas a verdade é que se ele queria tirar algum proveito político dessa visita, “o feitiço derrubou o feiticeiro”! O destempero do prefeito foi absurdo! Se sairia melhor caso dissesse: “Minha irmã, de onde você veio?? (…) Você veio do Pará e é amazonense agora, eu não suportaria descobrir que você e sua família morreram porque eu mesmo os deixei morando numa área de extremo risco… Seria demais pra minha consciência!” Aí sim seria um discurso feliz de um político razoável… A cena do “preocupado” ele fez direitinho, a fala é que foi toda errada… E a solução então?? Já deve ter gente construindo debaixo de um monte de barrancos só pra ganhar aluguel e terreno da prefeitura… Cuidado é bom, educa e preserva a sanidade da cidade!!!

  8. Leo Skywalker disse:

    Marcos quem foi tres vezes golvernador, 2 vezes prefeito dessa cidade, AMAZO0NINO. Ele teve a vida toda para indireitar Manaus e não fez, agora meu amigo so milagre.

  9. Suelen disse:

    Pobre não tem direito de ir e vir. Se quiser sair de onde está para arriscar a vida em outro lugar, vai sofrer dobrado. Quem pode ir e vir é rico, porque rico vai e vem. Pobre vai e fica; até que ache uma saída, ou que morra tentando na sua vasta ou sábia ignorância.

    Invasões são erros, desrespeitos com meio ambiente e com a cidade. Porém, um prefeito que veio de um interior do Amazonas, que tem esperiência do que é ser minoria, que foi eleito ‘infelizmente’ pela maioria, não pode entender que está indo a um lugar de invasão onde 3 pessoas morreram, para fazer caridade. Ele vai cumprir um dever. Vai dar uma satisfação. Apontar a solução. Ele, como prefeito, se vai até o local, tem que ir com respeito, com soluções, com inteligência emocional também. Aquela mulher não é cidadã no amplo sentido da palavra, mas é gente; e como tal tem de ser tratada (não importa o erro que tenha cometido) como GENTE. Que este prefeito, que agora recebe o apoio de muitos, nunca caia doente, porque outros muitos vao lhe desejar que morra. Povo sem educação, prefeito sem orientação, cidade sem dono…
    Tenho lido muitos posts em muitos lugares onde muitos amazonenses escrevem (eu sou amazonense) e noto que escrever é um problema para a maioria. Cade a escolaridade desse povo? Como pode uma cidade evoluir se seus moradores não tem o mínimo de escolaridade, de educação formal, de cultura enraizada e apreciada de dentro pra fora?

    OBS: Comentário publicado publicado na íntegra e sem revisão.

  10. Francisco Dias disse:

    Sem querer ser pretensioso, mas eleição para Prefeito não será em 2014 e sim em 2012.

    RESPOSTA:
    Obrigado. Já corrigido.

  11. Ricardo disse:

    Eu concordo com o Amazonino. Essa mulher foi muito inconveniente.

  12. manaus disse:

    Olha Marcos, mesmo vc tendo pisado em ovos ao falar do “patrão” da CBN – Negaum – para abusar do modo internetiniano (nada a ver com “Shakspiriano”, ainda que possa parecer de longe essa história) concordo em parte com seu texto.
    Ocorre que o Amazonino já é carta fora do baralho antes mesmo da sua verborréia anciã( isso mesmo o Negaum age como todo ancião que depois dos setenta pensa, age e fala de tudo e com todos sem nem sequer dar bola para os interlocurores- vide o caso do famoso “Seo” Lunga) e tambem porque será inapelavelmente cassado ainda este semestre pelo TSE.
    Quanto à situação atual de Manaus vc tem total razão. Só faltou completar dizendo que esse caos, que será cada vez mais sentido e crescente daqui prá frente, é culpa especialmente de nós eleitores que não temos pena da nossa urbe colocando para dirigi-la maus e despreparados gerentes como o Negaum e sua trupe de mordedores para não dizer outra expressão animal do grupo dos roedores. Disse. Sds Manaus.

    RESPOSTA:
    Olha, se o Amazonino é o patrão da CBN Manaus deve ter alguma coisa errada. Vai ver eu não falo todo dia, durante duas horas, na emissora. Porque nunca recebi qualquer ordem dele. E não concordo com essa insinuação de que o sujeito fica senil, após os 70 anos, e começa a falar o que lhe vem na cabeça. Você não tem 70 anos. Ou tem? Mas eu espero chegar aos 70 anos (faltam só 20) com dignidade suficiente para assinar o que escrevo e falar de cara limpa o que penso.

  13. Grande Marcos Santos,

    Admiro você e seu grande parceiro o Ronaldo, nossa cidade merece mais jornalistas do nível de vocês, mais se tais palavras tivessem saído da boca de outro político famoso de nossa cidade, seus comentários teriam outro tom. Manaus merece um prefeito melhor, mais equilibrado e que tenha serenidade nos momentos críticos.

  14. Raquel Sacramento disse:

    Esta frase do prefeito de Manaus se tornou célebre,soltou a mais infeliz frase da sua vida política é um homem acostumado a usar as artimanhas políticas a seu favor,o prefeito demonstrou um despreparo digno de um iniciador. Devido a má escolha dos eleitores o cidadão é obrigado a passar por situações adversas e o problema ,ou a solução, de quem sai de uma cidade ,vai morar em outra , deviria ser revisto e analisado aos olhos da cidadania Brasileira. Abraços.

  15. limanilton disse:

    Marcus Santos, Bom dia,
    Sobre o artigo da Suellen, publicado na íntegra, sugiro ao amigo também publicar esta pérola colhida em um dos sites da internet, referente a conteúdos obtidos do livro:
    HERROS DA PULIÇA!
    Depois das “Pérolas do ENEM agora vamos rir das “Pérolas da Puliça”. Tal anedotário é obra de um Tenente Coronel da PM, que recentemente expôs o conteúdo de seu livro no Programa do Jô Soares, informando que todas as frases foram originalmente coletadas dos livros e relatórios de registros policiais.
    Alguns erros notórios escritos por policiais em ocorrências:
    1 -‘Senhor delegado, deu entrada no Pronto-Socorro Municipal o cidadão,
    vítima de ‘gargalhada’. ‘Gargalhada’ no peito, no rosto e nas costas.
    Segue anexo um ‘gargalho’ de garrafa.’
    (Por acaso não seria : GARGALO !??);
    2-‘O veículo, durante o acidente, teve amassamento no pára- choques e nos
    pára-lamas dianteiros, sendo quem não pudemos colher melhores dados, devido à vítima haver fugido a ‘galope.’
    (Era um atropelamento de cavalo ?);
    3- ‘O condutor foi preso em flagrante por estar dirigindo em velocidade
    ‘incombatível’ com o local.’
    (O que pensar…?)
    4- ‘Ocorreu um ‘abarroamento de pessoas’. ‘Os conduzidos, além da algazarra,
    ainda xingavam a todos com palavra de baixo ‘escalão’.
    (Bom…no nosso país, tudo é uma questão de escalão!)

    5-‘Demos cobertura à ambulância na condução de um ‘débito mental’ até o
    PSM’. (Vc já pode imaginar quem está com débito mental ?!)

    6-‘O condutor do veículo colocava em risco a segurança das pessoas, pois
    estava dando ‘cavalo de Paulo’ na rua’
    (Que Paulo… quem é o Paulo…chama o Paulo , vai !?)
    ‘Chegando ao local, encontramos a vítima caída ao solo, aparentando ter
    cometido um ‘homicídio contra si mesmo’
    (Esse aí acredita em reencarnação, hein?)’
    8-‘No histórico da ocorrência, constava como objeto apreendido: duas latas
    de cera ‘Odd’ e uma lata de cera ‘PPO’.
    (Uma das latas estava de cabeça para baixo, fala sério ???).
    10-‘Formava uma ‘língua de fogo que lavava a rua’
    ( O que comentar???)
    11 – ‘O cidadão machucou o ‘membro do rosto’.’
    ( Alguém conhece esse membro ??)
    12 -‘O conduzido, que foi preso em flagrante, disse que era inocente na
    acusação e que não estava passando de ‘bode respiratório’.’
    ( Deve ser uma nova técnica de recuperação pulmonar !)
    13 -‘O sujeito estava vestido com uma calça Jeans e uma camisa ‘destampada’ ‘
    (Por que ele não ‘tampou’???)
    14 -‘…os indivíduos tentaram resgatar o autor do nosso domínio através do
    uso de força ‘anônima’.’
    ( Esse aí tava ‘emaconhado’! ! !)
    15 -‘O cadáver apresentava sinais de estar morto.’
    (Ufa , ainda bem !!)
    16 -‘Foi apreendido um quilo de lingüiça ‘perfumada’ ‘
    (Esse aí se apaixonou pela linguiça !!)
    17 -‘Atendemos à ‘solicitação do solicitante’ , que nos narrou que o autor
    praticava ‘atentado violento’ ao pudor, pois exibia para os transeuntes os
    ‘órgãos sanitários’.’
    (O que comentar…fico sem palavras !!)

    18 -‘Após discutir com a vítima, o autor desferiu um forte soco no rosto da
    mesma, que de tão violento, ‘soltou a tampa de seu nariz’ ‘
    (Deve ser o mesmo cidadão da camisa ‘destampada’… ele tem algum problema com esse objeto !?).
    Ainda bem que o Tiririca foi nomeado para a comissção de educação e cultura da Câmara dos deputados, agora a coisa vai melhorar, porque como ele diz” PIOR DO QUE ESTÁ NÃO PODE FICAR”.

    RESPOSTA:
    Muito bom. Publico aqui e vou transformar em post no blog.

  16. Joãozinho o cara de pau disse:

    Gostei negão sou paraense, pra deixar de ser abestada pq vc foi para ajudar e não pra ser insutado parabéns amigo fico muito feliz contudo.
    Pq vc foi ajudar a comunidade, saiu de seu gabinete para ir na lama e depois ser insultado. Parabéns negão estou feliz

  17. lane disse:

    O Prefeito Amazonino, depois de velho ta ficando burro, está até esquecendo que a grande quantidade de votos que recebeu veio de muitos paraenses,poxa mazá vc era tào inteligente deve ser a pvc ( p…. da velhice chegando)

  18. Lucas Moura disse:

    Eu também gostei da maneira do Amazonino, vem de lá do Pará pra pertubar no Estado dos outros, há vai se catar!Voçê Marcos Santos faltou botar o Eduardo Braga futuro candidato à Prefeito em 2012, e a rebecca poderá ser candidata à Vice, porque o PP está aliado com o Braga e o Omar, e provavelmente o Braga vai querer o PP, e vai ser um fortíssimo candidato.

  19. Lucas Moura disse:

    E Vereadorzinho Joaquim Lucena ainda queria cassar o mandato do Negão, gostei de votarem contra, foi 33 contra 3 a votação, se fosse por isso, os políticos que fossem falar da maneira do Amazonino, se desse uma escapulida, fossem cassados, e imagine o que falam pro povo longe das câmeras e dos microfones.

  20. Lucas Moura disse:

    E Olha que a Socorro Sampaio, do PP, é Paraense e apoiou o Prefeito e votou contra a cassação.

  21. Marcelo disse:

    Marcos Santos.
    Como se não faltasse invasores na periferia, o centro da cidade está uma imundisse. É tanto camelo que é impossível caminhar. Nunca votei e não voto no Artur Neto por ideologia, mas ele foi o único prefeito que teve a coragem de limpar o centro de Manaus. Quando entregou a prefeitura ao Amazonimo o centro de Manaus parecia cidade de primeiro mundo de tão limpa.
    Faço aqui uma denuncia. Os camelos estão invadindo as praças do Prosamin e ninguem toma nenhuma atitude. E não me venham com a idéia de invadir o porto de Manaus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook