Bancários do Basa fazem manifestação para marcar os quase 50 dias em greve

Os bancários do Banco da Amazônia (Basa), que estão há quase 50 dias mantendo uma paralisação de protesto contra o porcentual de reajuste salarial oferecido pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), farão nesta segunda-feira, às 9h, uma panfletagem nos arredores da agência do banco no Boulevard Amazonas.

O Basa é o único banco que decidiu manter a paralisação, depois que todos os demais decidiram aceitar a proposta salarial da Febraban. Os 250 grevistas completam exatos 49 dias de greve nesta segunda.

Os porcentuais oferecidos foram de 9% de reajuste para todos os cargos e 12% para o piso inicial, o que eleva o salário de R$ 1.250 para R$ 1,4 mil. Além de Manaus, o Basa conta com mais sete agências no interior, nos Municípios de Itacoatiara, Parintins, Manacapuru, Humaitá, Tefé, Boca do Acre e Coari, todas participando da paralisação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook