Sete homens armados de fuzis assaltam agências do Bradesco e Banco do Brasil em Lábrea e fogem com reféns

Sete homens, armados de fuzis do tipo Fuzil Automático Leve (FAL) 7,62, assaltaram hoje (04/11), por volta das 11h, as agências do Banco do Brasil (BB) e do Bradesco no Município de Lábrea (784 quilômetros de Manaus). Seis funcionários do BB, inclusive o gerente, e uma cliente foram feitos reféns. Na fuga, os homens atearam fogo aos dois carros que usaram para sair da cidade, em cima de uma ponte de madeira, que ficou destruída, na rodovia BR-230 (Transamazônica), dificultando a perseguição policial.

A maior parte dos reféns foi liberada. Somente o gerente do BB, conhecido por Rogério, permaneceu com os homens. Eles pegaram uma lancha no rio Assuã, à altura do KM-42 da BR-230, e podem sair tanto na BR-319 quanto no rio Purus.

Os assaltantes usavam fardamento camuflado das forças armadas. A polícia já estava fazendo buscas de um grupo que explodiu, para tentar assaltar, um carro forte com dinheiro naquela região.

O Comando de Policiamento Especial (CPE), com auxílio de pessoal da Rocam, Polícia de Choque e Canil, caça os criminosos. A polícia de Rondônia também colabora, bloqueando a BR-319 (Manaus-Porto Velho), o porto de Porto Velho e os ramais que interligam as duas rodovias. Policiais militares e civis de Humaitá bloquearam a BR-230.

Dezenas de curiosos se aglomeraram na porta da agência do Banco do Brasil, em Lábrea, após o assalto

Dezenas de curiosos se aglomeraram na porta da agência do Banco do Brasil, em Lábrea, após o assalto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook