Governador José Melo passa três dias da semana em Brasília, tentando evitar ser cassado. Braga tem secretariado pronto

melo-bsbO governador José Melo pega uma mala simples, três dias, semana após semana, e se estabelece num quarto de hotel em Brasília, de onde só sai para audiências. Come e dorme no local de hospedagem. Leva consigo só assessores próximos e se aconselha com uma (cara) banca de advogados brasilienses, tentando escapar da cassação iminente. Para dar um verniz a essas idas e vindas, que são rotineiras nos últimos meses, afirma que tenta liberar dinheiro para o Estado. Esse, porém, nunca foi o forte dele, que abriu mão da tarefa e a transferiu ao senador Omar Aziz. Descontado o fim de semana, o Governo do Amazonas fica com dois dias de expediente daquele que foi eleito para liderá-lo.

 

Secretariado pronto

Enquanto José Melo não consegue mexer, como afirma que gostaria, no próprio secretariado, o senador Eduardo Braga mantém azeitado um grupo de pessoas próximas com pinta de secretariado. Se for empossado, assume no dia seguinte com a equipe do lado.

 

Sem motivação

Elenquei, em comentário publicado em vídeo neste portal, razões pelas quais José Melo não mexeu mais no secretariado. Disse que a sociedade tem oferecido poucos “nomes óbvios”, aqueles que demonstram conhecimento cabal sobre postos estratégicos da gestão estadual. Faltou dizer que há também os que não entram porque sabem que o Governo Melo está por um fio e outros que não aceitam o chamado “jogo do poder”.

 

José Pacífico

José Pacífico, que entrou no lugar de Raul Zaidan na Casa Civil do Governo do Amazonas, não trabalhou na gestão Gilberto Mestrinho. A correção é do secretário estadual de Cultura, Robério Braga.

 

Rodoviários

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Givancir Oliveira, diz agora que não haverá greve no transporte coletivo nesta quarta (23/11). Basta que o prefeito Arthur Virgílio aceite intermediar reunião com os empresários de ônibus. Ora, mas isso o prefeito tem feito o tempo inteiro. Só não é justo que, com tantos problemas para resolver, Arthur Virgílio seja chamado ao papel de babá toda vez que a diretoria faz beicinho e ameaça parar o sistema.

 

Mouhamed Mustafa

Transferido para o Centro de Policiamento Especial (CPE), o médico Mouhamed Moustafa pode ter outro destino se for condenado por tráfico de drogas e porte de arma. A polícia encontrou maconha e lança-perfume em quantidade e embalagens que não admitem o argumento de consumo, na casa, e uma arma com porte vencido, no carro dele.

 

Gênio do crime

Enquanto se avolumam denúncias contra Mouhamed, a pergunta não cala: será ele o gênio do crime que chegou a Manaus há dois anos e montou, sozinho, essa engenharia medonha para faturar R$ 360 milhões por limpeza de ar-condicionado e lavanderia de quatro unidades periféricas de saúde? Sozinho? Sem servir de testa-de-ferro a ninguém? Cadê os outros?

 

Caprichoso e Garantido

O Garantido lançou o tema de 2017 “Magia e fascínio no coração da Amazônia”. O Caprichoso, dez toadas escolhidas pela torcida. Os bumbás de Parintins estão correndo atrás e tentando evitar a correria do ano passado, quando o governador José Melo anunciou corte de verbas faltando um mês para o Festival Folclórico. Estão certíssimos.

Veja também

Um comentário para “Governador José Melo passa três dias da semana em Brasília, tentando evitar ser cassado. Braga tem secretariado pronto

  1. Alexis Uchôa disse:

    Governador José Melo, corre atrás de ficar no Governo, mas com essa grande crise financeira que o Brasil esta passando a União tem que entrar em cena para ajudar o nosso Estado. Garantido e Capricho estão com toda razão , Marcos Santos pergunta para o nosso secretário de Cultura do Estado se vai ter ajuda para o nosso carnaval de Manaus para as Escolas de sambas
    Ass: Alexis Uchôa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook