TJAM diz que presos de Manaus foram ameaçados de morte em Itacoatiara

Em nota divulgada na manhã desta terça-feira (10/01), o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) justifica a decisão do Juízo de Itacoatiara de determinar o retorno a Manaus dos 20 presos que haviam sido transferidos na manhã de segunda-feira (9) para aquele município (distante 170 quilômetros da capital), como medida para assegurar a integridade física dos detentos.

Na decisão comunicada à Secretaria de Administração Penitenciária do Estado do Amazonas (Seap), ainda na noite de segunda-feira, o Juízo daquela Comarca destacou que os presos transferidos continuavam ameaçados de morte, desta vez pelos presos de Itacoatiara, conforme informado pelo diretor da unidade prisional do interior.

O Tribunal ressaltou que a decisão do retorno dos detentos a Manaus, foi discutida com os órgãos da Segurança Pública, com a presidência do TJAM e com o Juízo da Comarca da capital que havia inicialmente autorizado a transferência dos presos.

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook