Deputada acusa irmão do governador e ex-comandante da PM pela morte de militante e se diz ameaçada

A deputada Alessandra Campêlo disse que após ter acesso ao relatório policial recebeu ameaças. Foto: Arquivo

Por Gabriel Machado

O irmão do governador José Melo, Evandro Melo, e o ex-comandante da Polícia Militar, coronel Marcus James Frota Lobato, estariam envolvidos no assassinato do estudante Alexandre Ferreira, em fevereiro do ano passado. O relatório policial foi apresentado pela deputada estadual Alessandra Campêlo (PMDB), que afirma estar sendo ameaçada após ter acesso a essas informações.

Veja aqui o relatório policial apresentado pela deputada

O documento apresentado pela deputada é referente ao assassinado do militante político e estudante Alexandre Ferreira, que aconteceu em fevereiro de 2016. Ela acredita que o jovem tenha sido morto por estar envolvido em um protesto contra o atual governador.

“Através de documentação do próprio processo e de depoimentos, tive acesso a fato de que há três pedidos de autorização para investigar o irmão do governador, Evandro Melo, e o ex-comandante da Polícia Militar, coronel Frota. Eles estariam envolvidos no mando deste assassinato”, completa a deputada.

O relatório da Polícia Civil mostra que os acusados pelo crime – Ildecler Ponce Leão, Tiago Nascimento e Carlos Henrique da Silva – relataram encontros com Evandro e Frota. “Pelo que consta no documento, a vítima [Alexandre] estava envolvido no protesto contra o governador, no qual foram distribuídos panfletos em forma de dinheiro com o rosto de José Melo. O caso ganhou inclusive repercussão nacional. O governo não perdoou e pediu uma vasta investigação sobre a manifestação”, afirmou Alessandra.

Conforme a deputada, o governo teria chegado até Alexandre e o obrigado a dizer que todo o protesto foi uma armação. “Esse crime também envolve o tráfico de drogas, pois foi relatado que o coronel Frota teria mandado colocar um quilo de cocaína dentro da bolsa do estudante. A droga, no entanto, nunca foi encontrada, porque o Alexandre chegou em casa antes que a viatura da polícia conseguisse achá-lo”, conta Alessandra.

Ameaças

De acordo com a deputada, carros com placas frias chegaram a segui-la desde que teve acesso ao relatório policial. “A polícia e o Ministério Público já têm o nome dessas pessoas [que a estariam ameaçando]. Fui avisada que estava mexendo com coisas pesadas e que eu deveria ter mais cuidado, pois não ando com segurança”, disse Alessandra.

Alessandra Campêlo afirmou que já procurou o Ministério Público Federal e o procurador de Justiça do Estado, Fábio Monteiro, para relatar as ameaças.

 

Veja também

Prefeitura, Câmara e ONGs vão trabalhar para criar primeiro Hospital Municipal Veterinário O prefeito Arthur Virgílio Neto e a primeira-dama Elisabeth Valeiko em reunião com a vereadora Joana Darc. Foto: Alex Pazuello/Semcom.A Prefeitura de Manaus, em parceria com a Câmara Municipal, trabalhará de maneira conjunta com as Organizações Não-Governamentais (ONGs)...
Mulher traída pelo marido busca indenização por danos morais, mas juiz nega o pedido O juiz titular do 8º Juizado Especial Cível (8º JEC) da Comarca de Manaus, Marcelo da Costa Vieira, negou pedido solicitado por uma mulher que foi traída pelo marido e ingressou com um processo judicial pleiteando indenização por danos morais.Na decisão, o magistrado rec...
Semsa divulga resultado da avaliação de títulos do PSS de vacinadores neste sábado Os Vacinadores/Registradores irão atuar na Campanha de Vacinação Antirrábica de 2017. Foto: José Nildo/Semsa.A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) publica nesta sexta-feira, 18/8, o resultado da avaliação de títulos do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para a contr...
Campeonato de Ginástica representa novas oportunidades para atletas do Amazonas “A realização do Campeonato Brasileiro em Manaus  representa uma grande oportunidade de valorização para as nossas ginastas”, foi assim que a professora doutora e escritora Artemis Soares definiu o Campeonato Brasileiro de Ginástica Rítmica Juvenil e Pré-Infantil, que ac...
Serviços de capinação em vias passam por dez áreas da cidade Aproximadamente 250 trabalhadores de limpeza estão nas ruas, nesta sexta-feira, 18/8, realizando serviços de jardinagem, capinação e corte e poda, como atividade complementar da limpeza pública em dez áreas diferentes da cidade. A atividade é coordenada pela Secretaria M...

2 comentários para “Deputada acusa irmão do governador e ex-comandante da PM pela morte de militante e se diz ameaçada

  1. Plínio Mendes disse:

    2018 chegando com eleições e reeleições, e parlamentares medíocres querendo aparecer na mídia. Vá trabalhar Dep. Alessandra!…o povo está de olho!

  2. Rosenilde das Dores s.Najar disse:

    Querendo aparecer Alessandra Campeão Dr. Evarejo Melo não mata umas mosca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook