Sylvio Puga vence disputa pela reitoria da UFAM por diferença de 22 votos

Jacob Cohen e Sylvio Puga, candidatos a vice e a reitor pela chapa 33. Foto: UFAM/Divulgação

Com uma diferença de apenas 22 votos, os candidatos da Chapa 33, professores Sylvio Puga e Jacob Cohen, venceram a disputa pela direção da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) no quadriênio 2017-2021. O segundo turno da consulta à comunidade acadêmica foi realizado na sexta-feira (31/03).

Do total de 9.410 votantes, 4.586 escolheram a Chapa 33, totalizando 50,38% dos votos válidos. Os candidatos da Chapa 17, professores Hedinaldo Lima e Nikeila Conde, obtiveram 4.564 votos e 49,62% da preferência. Ou seja, a diferença entre os candidatos foi 22 votos, enquanto nulos e brancos somaram 260, conforme relatório da Comissão de Consulta à Comunidade Universitária (CCCU). O resultado e o relatório da Consulta serão encaminhados ao Conselho Universitário (Consuni) na quarta-feira (05/04).

Docentes, técnico-administrativos em Educação e discentes compareceram às urnas na sexta-feira (31/03) para exercer o direito ao voto, que é facultativo. A apuração iniciou às 22h, na Comissão Permanente de Concursos (Compec), e encerrou às 1h47 de sábado, 1º. O público acompanhou em tempo real pelo link consulta2017.ufam.edu.br.

Resultado

Ao confirmar o resultado, o professor Sylvio Puga agradeceu a todos os apoiadores. “Todas as vezes que eu concorri, nunca foi um projeto pessoal, mas da comunidade. E agora a comunidade pode esperar o meu total empenho e o do doutor Jacob Cohen para, juntos, atendermos os seus anseios. As derrotas ensinam mais que as vitórias. Eu aprendi muito ao longo desse processo e construímos um grupo coeso e homogêneo que nos possibilitou chegar até aqui. Essa é a vitória dessa aliança que nos trouxe até aqui”, destacou o candidato da Chapa 33.

Continuou, ao falar do processo de transição e dos projetos para a nova gestão: “Nós vamos fazer uma transição tranquila. Vamos apresentar um conjunto de propostas ao Conselho Universitário assim que assumirmos, e isso vai delinear nossa gestão pelos próximos quatro anos. A Ufam Saúde foi uma proposta que a comunidade aceitou e nós vamos apresentar esse plano detalhado ao Consuni também”.

Candidato da Chapa 17, o professor Hedinaldo Lima fez um discurso de agradecimento aos apoiadores e avaliou a campanha. “Fizemos uma campanha justa, correta e limpa. O resultado está concluído. Nós acatamos o resultado da comunidade e desejamos aos professores Puga e Cohen que façam um trabalho que engrandeça a Instituição. Concluirei o meu mandato como vice-reitor da Universidade e depois continuarei trabalhando em favor da Ufam, como sempre fiz”, considerou.

Processo de Apuração

A presidente da Comissão, professora Sônia Carvalho, avaliou positivamente o processo de consulta e a apuração das 51 urnas eletrônicas distribuídas entre as 20 seções da capital. “Um técnico designado pelo TRE [Tribunal Regional Eleitoral] ficou responsável pela emissão de todos os Boletins das urnas eletrônicas. Os votos foram inseridos no link da apuração pelos técnicos do CTIC [Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação]”, explicou a docente. Em média, o tempo para impressão do BU de cada urna foi de cinco minutos e a inclusão na página oficial da apuração ocorreu em tempo real. Nos campi fora da sede, a apuração também iniciou às 22h, sob a responsabilidade das subcomissões.

Posse

O Consuni elegerá os novos reitor e vice-reitor da Ufam para o próximo quadriênio em reunião a ser realizada no dia 7 de abril. O Conselho encaminhará lista tríplice com os nomes dos eleitos e dos demais candidatos ao Ministério da Educação (MEC).

Em solenidade que será realizada em Brasília, o ministro da Educação empossará o novo reitor da Ufam. Posteriormente, o novo reitor dará posse ao vice-reitor e aos demais gestores que irão compor a Administração Superior.

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook