Donos de bares no bairro Morro da Liberdade são notificados por poluição sonora

Proprietários de bares sendo notificados no bairro Morro da Liberdade. Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM/Divulgação

As equipes da Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema) identificaram três bares sem licença ambiental de funcionamento de som, denunciados por poluição sonora. O fato ocorreu por volta das 23h, na Rua São Benedito,  bairro Morro da Liberdade, no entorno da quadra de uma escola de samba.

Iniciada por volta das 21h, a ação contou com o efetivo de aproximadamente 40 policiais civis e foi coordenada pelos delegados Samir Freire, André Sena, Christiano Castilho, Rodrigo de Sá e Frank Queiroz, titulares, respectivamente, da Dema, 7º, 9º, 20º e 22º Distritos Integrados de Polícia (DIPs). Peritos criminais do Instituto de Criminalística (IC) da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e agentes do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), sob o comando do chefe operacional do órgão, David Fernandes, deram suporte aos trabalhos desempenhados.

De acordo com Samir Freire, os proprietários dos bares que não apresentaram licença ambiental foram notificados e devem buscar a regularização junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), na Rua do Rubidio, bairro Vila da Prata, zona Oeste da cidade. Conforme a autoridade policial, os estabelecimentos comerciais foram alvos de fiscalizações após denúncias de poluição sonora, feitas por populares.

“Estamos trabalhando para inibir a poluição sonora na Rua São Benedito. Nosso objetivo é garantir a tranquilidade da população, que detém o direito do sossego, especialmente à noite. Também temos por obrigação fazer valer o que está previsto em lei, fiscalizando e combatendo crimes de competência da Dema. Caso os donos dos estabelecimentos não se regularizem, eles irão responder judicialmente por crime ambiental. Também vamos aguardar os responsáveis pela quadra da escola de samba, a fim de verificarmos se a documentação do local está em dia”, explicou Samir Freire.

Conforme a perita criminal Laura Bernardes, todas as pessoas notificadas ao longo da ação policial deverão comparecer ao prédio da Dema na segunda-feira, dia 17, onde deverão apresentar a documentação exigida durante a vistoria. Segundo a servidora, em todos os casos foram identificadas situações de poluição sonora e perturbação do sossego, em função do volume abusivo das caixas de som encontradas.

Operação “Páscoa”

Policiais civis lotados no Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Dema, Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), Delegacia Geral, 7º, 9º, 14º, 20º, 22º e 25º DIPs participaram da operação realizada neste sábado, dia 15, na zona Sul da capital.

Durante os trabalhos, percorreram as principais vias dos bairros Santa Luzia, São Lázaro e Morro da Liberdade. Também estiveram no Centro da cidade para averiguar a veracidade de uma denúncia de tentativa de homicídio, que não foi confirmada no local. O delegado titular do 7º DIP, André Sena, enfatizou que a ação teve por objetivo inibir a criminalidade naquela região da capital, em atendimento a pedido por moradores e líderes comunitários da zona Sul, logo após reunião ocorrida na última quarta-feira, dia 12, com representantes do Sistema de Segurança Pública do Estado.

Encontro

Na noite da última quarta-feira, dia 12, a Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado-geral da instituição, Frederico Mendes; delegado-geral adjunto, Ivo Martins; e delegado Geraldo Eloi, diretor do DPM, participou na quadra do Grêmio Recreativo Escola de Samba Reino Unido da Liberdade, na Alameda São Pedro, bairro Morro da Liberdade, de reunião com moradores e lideranças comunitárias dos bairros Morro da Liberdade, Santa Luzia, Betânia, São Lázaro, Colônia Oliveira Machado e Crespo, onde foram tratados assuntos relacionados à Segurança Pública na zona Sul da capital.

O encontro, proposto pelo deputado estadual David Almeida (PSD), contou, ainda, com as presenças do secretário da SSP-AM, Sérgio Fontes; e comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), coronel David Brandão.

Logo após a reunião foi deflagrada a operação “Páscoa”, em conjunto com todos os órgãos que integram a SSP-AM. “A partir dessa reunião daremos início aos trabalhos ostensivos em toda a capital. As polícias irão permanecer nas ruas durante todo o feriado prolongado, a fim de garantir maior tranquilidade a toda população”, declarou, na ocasião, Frederico Mendes.

Veja também

Terceirizado, desesperado, salário atrasado, o nome do escravo ‘moderno’ no Amazonas. Co... Terceirizados do João Lúcio protestam pedindo pagamentoTerceirizado, trabalhador das empresas que prestam serviço público no Amazonas, é o nome da vítima do maior escândalo da atualidade. O maior e mais visível da história estadual. Vão receber, dia 22 de dezembro, os s...
Entenda a saída de Bosco Saraiva do PSDB e como fica a aliança de Arthur com Amazonino A saída de Bosco Saraiva do ninho tucano mexe nas relações do prefeito Arthur com o governador AmazoninoO vice-governador e secretário estadual de Segurança, Bosco Saraiva, acaba de deixar o PSDB, do prefeito Arthur Virgílio. Foi para o Solidariedade (SDD), do líder da ...
Governador Amazonino Mendes e embaixador peruano discutem parcerias comerciais O governador Amazonino Mendes e o embaixador do Peru, Vicente Rojas Escalante, em reunião na sede do Governo. Foto: Clovis Miranda/Secom.Uma parceria comercial entre o Estado do Amazonas e o Peru, por meio de uma logística fluvial, foi a pauta do encontro entre o govern...
Veículos abandonados são retirados de quatro bairros da zona Norte de Manaus Os veículos foram retirados dos bairros Colônia  Santo Antônio, Cidade Nova, Manoa e Parque das Nações. Foto: Marinho Ramos/Semcom Uma operação de trânsito realizada em vias da zona Norte, na manhã desta quarta-feira (22/11), removeu cinco sucatas de veículos abandonados n...
Gerente do DB afirma que violência está espalhada e anuncia cancelas nas lojas de maior movimento Grupo DB vai adotar cancelas para tentar conter assaltos aos clientes.O gerente de marketing do grupo DB, Guto Corbett, respondeu as denúncias de assaltos no DB Ponta Negra. "Colocamos, além da segurança terceirizada, cancelas de controle nas lojas de maior movimento. O...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *