Excesso de peso afeta mais da metade da população brasileira, aponta estudo

Da Agência Brasil

Estudo divulgado hoje (17/04) pelo Ministério da Saúde revela que o excesso de peso no Brasil cresceu 26,3% nos últimos dez anos, passando de 42,6% em 2006 para 53,8% em 2016. De acordo com a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), o problema é mais comum entre os homens: passou de 47,5% para 57,7% no período. Já entre as mulheres, o índice passou 38,5% para 50,5%.

Segundo o estudo, Rio Branco é a capital brasileira com maior prevalência de excesso de peso: 60,6 casos para cada 100 mil habitantes. Em seguida estão Campo Grande (58/100 mil habitantes), Recife, João Pessoa e Natal (56,6/100 mil habitantes) e Fortaleza (56,5/100 mil habitantes). Já Palmas é a capital brasileira com a menor prevalência de excesso de peso (47,7/100 mil habitantes).

O levantamento revela que, no Brasil, o indicador de excesso de peso aumenta com a idade e é maior entre os que têm menor grau de escolaridade. Nas pessoas com idade entre 18 e 24 anos, por exemplo, o índice é de 30,3%. Já entre brasileiros de 35 a 44 anos, o índice é de 61,1% e, entre os com idade de 55 a 64 anos, o número chega a 62,4%. Já na população com 65 anos ou mais, o índice é de 57,7%.

Em relação à escolaridade, 59,2% das pessoas que têm até oito anos de apresentam excesso de peso. O percentual cai para 53,3% entre os brasileiros com nove a 11 anos de estudo e para 48,8% entre os que têm 12 ou mais anos de estudo.

Obesidade

A Vigital diferencia excesso de peso ou sobrepeso de obesidade. A pessoa com sobrepeso tem Índice de Massa Corporal igual ou maior que 25 quilos por metro quadrado (kg/m2). Já a obesidade implica em IMC igual ou superior a 30 (kg/m2).

De acordo com os dados, a prevalência de obesidade no país duplica a partir dos 25 anos de idade e o problema também é maior entre os que apresentam menor escolaridade. Nas pessoas com idade entre 18 e 24 anos, por exemplo, o índice é de 8,5%. Já entre brasileiros de 35 a 44 anos, o índice é de 22,5% e, entre os com idade de 55 a 64 anos, o número chega a 22,9%. Na população com 65 anos ou mais, o índice é de 20,3%.

Em relação à escolaridade, os que têm até oito anos de estudo apresentam índice de obesidade de 23,5%. O percentual cai para 18,3% entre os brasileiros com nove a 11 anos de estudo e para 14,9% entre os que têm 12 ou mais anos de estudo.

Veja também

Quer aprender as técnicas de História em Quadrinhos e Cartum com roteirista da ‘Turma da Mônic... O Romahs, que trabalha em parceria com o Mauricio de Sousa Produções, em publicações como “A Turma da Mônica Jovem”. Foto: DivulgaçãoEm 2018, o Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro contará, pela primeira vez, com o curso de História em Quadrinhos e Cartum. O curso s...
Com performances e bate-papo, Temporadas ‘Literária’ e ‘Delas’ serão lançadas neste domingo... Haverá ainda uma conversa com Luna Rabeci, presidente nacional da Frente Mulher do Hip Hop Brasileiro; e uma apresentação do grupo de rap feminino Mulheres In Rima. Foto: DivulgaçãoNeste domingo (25), acontecerá a abertura das Temporadas ‘Literária’ e ‘Delas’, promovida...
Clínica-escola de Odontologia abre triagem para oferta de tratamento gratuito à comunidade   A Clínica de Odontologia da Uninorte realiza a partir de segunda-feira (26) até sábado (03), triagem para tratamento odontológico, em pessoas que necessitem de procedimentos como restauração, canal, cirurgias e próteses. Os interessados devem comparecer à Clínica, que func...
Ensaios dos bumbás Caprichoso e Garantido terão apoio do Governo do Amazonas Os tradicionais ensaios dos bumbás Caprichoso e Garantido, realizados em Manaus pelos Movimentos Marujada e Amigos do Garantido, vão contar com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur). A parceria foi fechada na sexta-feira (23/...
Jovem envolvido em homicídio de líder comunitária, ocorrido em 2016 é preso   Ronildo Trovão Belém, de 20 anos, conhecido como “Diamante”, foi preso na quinta-feira (22), envolvido na morte da líder comunitária Rosenira Soares de Souza, ocorrido no dia 27 de julho de 2016, na comunidade Nova Vitória, bairro Gilberto Mestrinho, zona leste. ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *