Em três meses, mais de 1,5 tonelada de lixo é retirada dos igarapés de Manaus

O trabalho nos três primeiros meses do ano percorreu 90 igarapés. Foto: Marcio James/Semcom/Divulgação

De janeiro a março deste ano, a Prefeitura de Manaus retirou dos igarapés da cidade 1.550 toneladas de lixo. Segundo a Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), responsável pela atividade, o volume de resíduos aumenta neste período de chuvas. O trabalho nos três primeiros meses do ano percorreu 90 igarapés.

“As atividades diárias e as ações emergenciais por conta das chuvas pontuaram as operações neste começo de ano. O atendimento a áreas de igarapés tem sido uma prioridade traçada pelo Prefeito Arthur Neto e pelo vice-prefeito Marcos Rotta, para evitar transbordamento e represamento”, destacou o secretário da Semulsp, Paulo Farias.

Algumas áreas recebem equipes diárias de limpeza por conta da alta demanda, como a Manaus Moderna, Orla do São Raimundo, Ponta Negra, igarapé do Franco, Mindu e Manaus 2000. “Há uma atenção maior com as regiões da orla da cidade, que movimentam muitas pessoas e embarcações todos os dias. Os resíduos costumam escoar nesses locais, por isso as equipes são diárias nessas áreas”, explicou  Farias.

O serviço 

A Semulsp atua com mais de 100 trabalhadores nesse serviço em diversas áreas da cidade. A limpeza nos leitos dos rios retira em média 20 toneladas por dia em toda a cidade, a um custo de R$ 900 mil por mês aos cofres públicos. “É uma das modalidades mais caras de limpeza do mundo e é pouco eficiente, pois as equipes precisam voltar aos igarapés constantemente para retirar mais lixo que se acumula novamente. É essencial que a população descarte os resíduos nos locais corretos, já que todo lixo arremessado nas ruas vai parar nos bueiros e igarapés”, alertou o secretário.

Nesta terça-feira, 18, a Semulsp atua na limpeza de três importantes igarapés da cidade. Mais de 80 trabalhadores se dividem na execução do serviço no Educandos (zona Sul) e igarapés do São José dos Campos (zona Leste) e Redenção (zona Centro-Oeste).

 

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook