Operação Tiradentes vai atuar em áreas de alta criminalidade durante o feriado prolongado

A ordem é garantir a segurança das pessoas, com apreensão de armas, drogas, retenção de veículos com restrição ou barramento de condutores ilegais. Foto: Divulgação

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) faz o lançamento da “Operação Tiradentes”, nesta quinta-feira, dia 20, às 13h30, na Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia), no Centro de Manaus, que prosseguirá até o dia 24, por ocasião do final de semana prolongado. As ações de saturação serão nas áreas de maior incidência de homicídios e roubos, com a finalidade de aumentar a efetiva sensação de segurança da população.

A “Operação Tiradentes” será desencadeada simultaneamente em cada estado brasileiro e Distrito Federal (DF) e contará com esforço adicional do Corpo de Bombeiros Militares do Amazonas (CBMAM), desenvolvendo ações e operações de prevenção e manutenção da ordem pública. O coordenador geral da operação é o subcomandante geral da PMAM, coronel PM Walter Cruz, e o coordenador operacional, comandante do Policiamento Metropolitano (CPM), tenente-coronel PM Cláudio Silva.

A ordem é garantir a segurança das pessoas, com apreensão de armas, drogas, retenção de veículos com restrição ou barramento de condutores ilegais.

Operacionalidade

A operação será executada pelas unidades operacionais do Policiamento Metropolitano (CPM), Especializado (CPE), Policiamento do Interior (CPI) e Policiamento Ambiental (CPAmb), respectivamente, dentro de suas áreas e especialidades de atuação, com reforço do efetivo das unidades administrativas.

As ações consistirão na ocupação de áreas com altos índices de registro de homicídios e roubos, executando policiamento ostensivo de forma proativa, preventiva e pontualmente repressão qualificada, visando reduzir essas incidências criminais. Na capital a operação será coordenada pelo CPM, já na região metropolitana e interior do Estado, pelo CPI, empregando o mesmo conceito da capital.

Fases de execução

Na primeira fase da operação, serão desenvolvidas ações preventivas e orientativas como barreiras policiais fiscalizatórias e redutores de velocidade em pontos estratégicos. Na segunda fase, as ações serão mais combativas e repressivas, como a saturação em becos, pontes e vielas, abordagens em casas noturnas, bares e estabelecimentos assemelhados durante toda a madrugada. A operação será realizada na área urbana e rural da capital amazonense estendendo-se à sua região metropolitana nos pontos de entrada e saída.

Terão atenção redobrada os ramais e pontos de entrada e saída da capital, bem como será intensificado o policiamento ostensivo nos terminais rodoviários e fluviais, além do patrulhamento setorizado nas áreas residenciais. A operação concentrará esforços integrados entre os Grandes Comandos (CPM, CPE, CPI e CPAmb), sendo executado o policiamento ostensivo em diversas variáveis.

PMAM mantém operações

Operação Onça – Foi deflagrada no dia 31 de março e prosseguirá até 30 deste mês. Visa promover não somente a sensação, mas a garantia efetiva de segurança aos cidadãos, consequentemente, promover qualidade de vida com a redução da criminalidade de forma pontual, principalmente roubos, furtos e homicídios, mantendo os índices criminais baixos ou dentro dos níveis de controle da segurança pública. Mobilizará todos os processos e modalidades de policiamento por ação dos Comandos de Policiamento da Área Norte, Sul, Leste, Oeste, Centro-Sul, Centro-Oeste, além dos Batalhões Especializados Rocam e Força Tática e Batalhão de Trânsito (BPTran).

Terão prioridade as áreas comerciais, setores bancários e casas lotéricas, bem como na fiscalização de ônibus e micro-ônibus do transporte coletivo urbano e alternativo; além das rotas de empresas do Polo Industrial de Manaus, com a execução das ações “Catraca” e “Rota Segura”. Também haverá a “Ação Cadeado”, que é o reforço nas unidades prisionais pelo Batalhão de Guardas visando reforçar a segurança e controlar a entrada e saída de pessoas e veículos nas áreas onde estão localizados os presídios.

 

Operação Coari Segura – Iniciada no dia 3 de abril, será desencadeada até o dia 2 de maio naquela cidade. A operação objetiva proporcionar maior sensação de segurança em toda extensão do município de Coari e dar pronta resposta à sociedade local em cumprimento a determinação do Alto Comando da PMAM, em razão dos crescentes índices de criminalidade registrados nos últimos meses nas estatísticas da Corporação, por isso será intensificado o policiamento ostensivo geral e desenvolvidas ações estratégicas na segurança pública do município, devolvendo a sensação de tranquilidade tão características das cidades do interior do estado.

 

Operação Iranduba Segura – a operação no município atende à determinação do comandante geral da PMAM, coronel PM David Brandão e foi deflagrada no dia 3 de abril, com o objetivo de coibir ações criminosas, reduzir os índices de delitos praticados naquela cidade da região metropolitana e ampliar as ações de polícia ostensiva nas principais vias de acesso do município. As ações são executadas pelo Comando de Policiamento Especializado (CPE) por meio das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) que se somam às do efetivo local e serão constantes, sem período para término.

 

 

 

 

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook