Produtos vendidos em farmácias são alvo de fiscalização do Procon Manaus

As equipes do Procon percorreram farmácias das zonas Leste e Norte, onde 20 estabelecimentos foram fiscalizados. Fotos: Procon Manaus/Divulgação

A Prefeitura de Manaus deflagrou, nesta quarta-feira (19/4), a operação “Pharmakôn” (remédio, em grego) com o intuito de fiscalizar farmácias que estariam comercializando produtos vencidos e sem preços visíveis. A ação aconteceu a partir de denúncias feitas à Ouvidoria e Proteção ao Consumidor – o Procon Manaus.

As equipes percorreram farmácias das zonas Leste e Norte, onde 20 estabelecimentos foram fiscalizados, sendo que destes foram expedidos 16 autos de infração por falta de precificação e dois autos por comercialização de produtos fora do vencimento.

“Fiscalizamos farmácias e drogarias, a partir das denúncias que recebemos, e constatamos a falta de preço nos produtos na maioria delas. Em apenas duas, haviam produtos vencidos na área de conveniência”, declarou o coordenador da Ouvidoria e Proteção ao Consumidor, Afonso Lins.

O Procon Manaus alerta aos consumidores para que fiquem atentos e não adquiram produtos  fora da validade e também para que denunciem a falta de precificação por meio do 0800 092 0111, de segunda a sexta-feira, no horário de 8h às 17h. A sede do Procon Manaus está localizada na rua Afonso Pena, 38, Centro.

Das multas

Por falta de Precificação, a multa é de 50 Unidades Fiscais Municipais (UFM’s) e para produtos fora do prazo de validade, 51UFM’s.

Leis 

A Lei Federal 8.078/1990, popularmente conhecida como Código de Defesa do Consumidor (CDC), em seu artigo 18, deixa claro que produtos fora do prazo de validade são impróprios para consumo.

De acordo com a Lei Federal 10.962/2004 o comércio em geral de qualquer mercadoria exposta ao cliente, seja em vitrines ou em prateleiras ou araras deverão ter a exposição do preço à vista em caracteres legíveis.

Por falta de Precificação, a multa é de 50 Unidades Fiscais Municipais (UFM’s).

 

Veja também

Terceirizado, desesperado, salário atrasado, o nome do escravo ‘moderno’ no Amazonas. Co... Terceirizados do João Lúcio protestam pedindo pagamentoTerceirizado, trabalhador das empresas que prestam serviço público no Amazonas, é o nome da vítima do maior escândalo da atualidade. O maior e mais visível da história estadual. Vão receber, dia 22 de dezembro, os s...
Entenda a saída de Bosco Saraiva do PSDB e como fica a aliança de Arthur com Amazonino A saída de Bosco Saraiva do ninho tucano mexe nas relações do prefeito Arthur com o governador AmazoninoO vice-governador e secretário estadual de Segurança, Bosco Saraiva, acaba de deixar o PSDB, do prefeito Arthur Virgílio. Foi para o Solidariedade (SDD), do líder da ...
Governador Amazonino Mendes e embaixador peruano discutem parcerias comerciais O governador Amazonino Mendes e o embaixador do Peru, Vicente Rojas Escalante, em reunião na sede do Governo. Foto: Clovis Miranda/Secom.Uma parceria comercial entre o Estado do Amazonas e o Peru, por meio de uma logística fluvial, foi a pauta do encontro entre o govern...
Veículos abandonados são retirados de quatro bairros da zona Norte de Manaus Os veículos foram retirados dos bairros Colônia  Santo Antônio, Cidade Nova, Manoa e Parque das Nações. Foto: Marinho Ramos/Semcom Uma operação de trânsito realizada em vias da zona Norte, na manhã desta quarta-feira (22/11), removeu cinco sucatas de veículos abandonados n...
Gerente do DB afirma que violência está espalhada e anuncia cancelas nas lojas de maior movimento Grupo DB vai adotar cancelas para tentar conter assaltos aos clientes.O gerente de marketing do grupo DB, Guto Corbett, respondeu as denúncias de assaltos no DB Ponta Negra. "Colocamos, além da segurança terceirizada, cancelas de controle nas lojas de maior movimento. O...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *