Comunidades indígenas recebem ações de saúde

A Prefeitura de Manaus realizou, nesta quinta-feira (20/04), na Comunidade Três Unidos, no Rio Cuieiras, várias atividades de saúde em comemoração ao Dia do Índio (19 de abril). A ação, coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), atendeu aproximadamente 200 moradores das comunidades Três Unidos, Terra Preta e Boa Esperança.

A data comemorativa foi um motivo extra para intensificar as ações de saúde na zona rural da capital, onde estão aldeados indígenas que já recebem os serviços rotineiros de prevenção à doenças e assistência à saúde da Prefeitura de Manaus.

“Nossas equipes estão sempre desenvolvendo ações de combate e prevenção às doenças que afetam as populações das áreas rurais da capital, incluindo os indígenas. Aproveitamos a data para intensificar as ações de rotina, uma determinação do prefeito Artur Neto de levar saúde pública de qualidade a todos”, explicou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

As ações envolvem as áreas técnicas do Programa Saúde na Escola (PSE), Rede Cegonha, Coordenação Técnica das Ações de Saúde Nutricional, Coordenação Municipal de DST/AIDS, Gerência de Saúde Bucal e Educação em Saúde e Doenças Crônicas.

As comunidades receberam orientação sobre o Programa Bolsa Família e o Programa Leite do Meu Filho, exposição sobre alimentação e nutrição, informações sobre o rastreio da Tuberculose, exames de pele, roda de conversa com crianças indígenas sobre saúde bucal e escovação supervisionada.

Além das ações diretamente ligadas à saúde indígena foi apresentada a mostra “Saúde e educação na valorização da cultura indígena”, com a exposição de trabalhos organizados por alunos e professores da comunidade.

“A saúde representa uma das principais bases da cidadania indígena, pois sem saúde não se vivenciam os demais direitos. Um evento como esse ressalta a preocupação com a saúde dos indígenas que precisam de ações para o seu bem-estar e de sua família”, disse o cacique Waldemir Kambeba.

Segundo a chefe do Núcleo de Saúde dos Grupos Especiais, Wanja Leal, além da ação na comunidade indígena, as unidades de saúde dos quatro Distrito de Saúde da capital promoveram suas próprias atividades. “Nós temos como princípios o acolhimento humanizado, a orientação e promoção do acesso das famílias indígenas à unidade de saúde”.

 

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook