Festival Folclórico de Parintins terá R$ 5 milhões do Governo do Estado

O governador David Almeida participou da assinatura do contrato de patrocínio da empresa Coca-Cola com os bumbás. Foto: Joel Arthus/Secom/Divulgação

O

Festival Folclórico de Parintins 2017 vai receber R$ 5 milhões do governo do Estado. O anúncio foi feito pelo governador David Almeida, durante a assinatura do contrato de patrocínio com a empresa Coca-Cola, que este ano investirá R$ 2,5 milhões na festa, considerada a maior da Amazônia.

A celebração do contrato, que aconteceu na sede do Governo, na Avenida Brasil, Compensa II, zona oeste, teve a presença dos presidentes dos Bumbás Garantido, Adelson Albuquerque; e Caprichoso, Babá Tupinambá; do deputado estadual Sabá Reis; o vice-presidente de finanças da Coca-Cola, Alexandre Fernandes; o prefeito de Parintins Bi Garcia; e o secretário de Cultura, Robério Braga.

De acordo com o governador, do total investido pelo Amazonas, R$ 2 milhões serão destinado às duas agremiações, outros R$ 2 milhões serão repassado à Prefeitura de Parintins para infraestrutura e o restante será investido na sonorização e iluminação do Bumbódromo.

“Ano passado, em virtude da crise, o governo não pôde ajudar o evento. Hoje, fazemos esse anúncio de apoio. Portanto, saímos de um investimento zero e entramos com R$ 5 milhões este ano. Acredito que, com isso, a festa tem tudo para garantir boas apresentações e um bom festival, pois com ele, ganha tanto o povo de Parintins, quanto o Amazonas”, afirmou David Almeida, que garantiu participação no evento, marcado para os dias 30 de junho, 1º e 2 de julho.

O vice-presidente de finanças da Coca-Cola, Alexandre Fernandes, disse que a empresa acredita no Festival, e que a iniciativa privada é essencial. “Nós participamos como patrocinadores há pelo menos duas décadas e a cada ano nos surpreendemos com o que é apresentado pelos bois. Sabemos do potencial e da importância desses investimentos”, disse.

Parintins 

Para o prefeito de Parintins, Bi Garcia, a ajuda do governador será essencial. Nos três dias de festa, cerca de R$ 60 milhões são inseridos na economia do município.

“Nós também já estamos correndo atrás de patrocínios com novas empresas e pelo menos duas já garantiram investimentos. Nossa perspectiva é ter este ano pelo menos R$ 20 milhões para a realização do nosso festival, que é o maior do Brasil”, afirmou.

Bumbás

Os presidentes dos Bumbás foram unânimes em dizer que Festival de 2017 promete ser um dos melhores dos últimos tempos.  Ao todo, cada agremiação possui cerca de mil pessoas trabalhando na produção para os dias de apresentações. Os valores de investimento serão aplicados essencialmente em aquisição de materiais e pagamento de mão de obra. “Com a volta do Governo do Amazonas e o apoio da iniciativa privada com certeza poderemos fazer uma festa maravilhosa”, afirmou o presidente do Garantido, Adelson Albuquerque.

Já o presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá lembrou dos problemas enfrentados no ano passado, mas se disse tranquilo para a competição deste ano. “As três noites serão de disputa, diferente da ultima edição, pois desta vez temos o Estado ajudando ainda mais o Festival”, completou.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook