Ex-presidente da Câmara de Barcelos tem contas desaprovadas e deve devolver R$ 79 mil aos cofres públicos

TCE desaprovou contas de 2014 do ex-presidente da Câmara Barcelos. Foto: Ana Cláudia Jatahy

A ausência de justificativa para a emissão e pagamento de empenhos no valor superior a R$ 60 mil, sem prévio procedimento licitatório e celebração de contrato, sem comprovação se o montante foi revertido em proveito da própria Administração foi a principal irregularidade que levou o colegiado do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) a desaprovar o exercício de 2014 das contas do ex-presidente da Câmara Municipal de Barcelos Valmir Gonçalves da Silva. Segundo o relator do processo, conselheiro Júlio Pinheiro, entre multas e glosas o valor a ser devolvido aos cofres ultrapassa R$ 79 mil.

Ainda durante a 15ª sessão ordinária do TCE, realizada nesta terça (16), o pleno julgou irregular a prestação de contas do ex-presidente da Câmara Municipal de São Gabriel da Cachoeira, referente ao exercício de 2014, Raimundo Lopes de Souza. Entre as impropriedades encontradas destacam-se as multas e juros pelo atraso de recolhimentos previdenciários; e ausência de documentos nos processos de diárias de Atos Normativos que autorizaram as concessões de diárias, comprovantes de embarque fluvial e/ou aéreo e os Relatórios de Viagens, em favor dos vereadores e/ou servidores da Câmara Municipal de São Gabriel da Cachoeira no decorrer do exercício de 2014. Entre multas e glosa o valor que deve ser devolvido aos cofres públicos é de R$ 67 mil.

Regulares com ressalvas

A prestação de contas do ex-secretário Municipal de Infraestrutura de Manaus, referente ao exercício de 2012, Américo Gorayeb Júnior, foi julgada regular com ressalvas sem aplicação de multa. E, por fim, também foi julgada regular com ressalvas a prestação de contas do diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Soares Monteiro de Paula, exercício de 2014. Ao gestor foi aplicada uma multa de R$ 7 mil.

Veja também

TCE vai investigar contas do Estado após denúncia de que governador David Almeida gastou fora do per... Conselheira relatora das contas do Estado determinou levantamento sobre as operações feitas pelo Governo até a presente data. Foto: ArquivoA Comissão das Contas do Governo do Amazonas junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) está realizando levantamento sobre as oper...
Decisão do TCE alcança até José Melo por conta do gasto de R$ 3,850 bilhões. David terá que prestar ... O presidente do TCe-AM, Ari Moutinho, podia ter tomado uma decisão monocrática sobre o pedido do Ministério Público de Contas, mas preferiu submetê-lo ao plenário. Os conselheiros votaram a favor por unanimidadeO Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), ao dec...
Julgamento sobre bloqueio de despesas do governador interino começa sem relator de contas no pleno d... Tribunal de Contra recebeu representação do Ministério Público de Contas pedido suspensão de operações financeiro-orçamentárias que não se enquadrem na LRF para o Governo do Estado. Foto: Divulgação TCEO Tribunal de Contas do Estado (TCE) está julgando nesta manhã de qu...
TCE-AM vai julgar o bloqueio de R$ 1 bi que David Almeida tem no cofre. Sefaz e PGE farão defesa ora... Equipes da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) e Procuradoria Geral do Estado (PGE) terão 30 minutos na sessão do pleno do TCE para apresentar finanças do Estado. Governador eleito do Amazonas, Amazonino Mendes, pediu suspensão de pagamento de contratos e licitações aind...
Prefeito Arthur Neto e governador David Almeida vão ao TCE tratar das contas do Estado Presidente do TCE, conselheiro Ari Moutinho, precisou organizar agendas para atender prefeito Artur Virgílio Neto e o governador interino David Almeida. David foi apresentar contas contestadas pelo governador eleito Amazonino Mendes. Foto: Ana Cláudia JatahyPelo segundo...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook