Governo do Amazonas garante colocar pagamento em dia às terceirizadas da Saúde

Governador e secretários de Estado se reuniram com representantes de cooperativas de médicos que prestam serviços ao serviço público para garantir regularização nos pagamentos. Foto: Dhyeizo Lemos/Secom

Em reunião, na sede do Governo, com representantes de 18 “cooperativas” de médicos que prestam serviços no setor de Saúde do Estado, o governador do Amazonas, David Almeida, nesta quinta-feira, 18 de maio, se comprometeu em colocar o pagamento das empresas terceirizadas do setor em dia. Com a medida, o governo pretende regularizar os salários dos profissionais que atuam nas unidades públicas do Estado.

Desde o início da gestão de David Almeida, foram repassados R$ 36 milhões às terceirizadas e, nesta sexta-feira, 19 de maio, serão mais R$ 9 milhões. Os pagamentos já estavam programados, dentro do cronograma estabelecido pelo governo. “Tenho um compromisso muito grande com o pagamento de pessoal e das empresas que empregam pessoas e a saúde é minha prioridade”, afirmou.

Ainda segundo David Almeida, que estava acompanhado dos secretários de Estado de Saúde (Susam), Vander Alves, e da Fazenda (Sefaz), Francisco Arnóbio, para garantir o melhor uso dos recursos da pasta, contratos serão revistos e repactuados de acordo com as condições da administração pública e da prioridade.

Ele ainda pediu o apoio da classe médica para por em prática o Plano Emergencial da Saúde, lançado quarta-feira, 17 de maio, e que pretende zerar as filas de espera para exames, consultas e cirurgias no Estado. “Hoje, nós recebemos as cooperativas que representam os médicos que atuam em todas as unidades do Amazonas. Os próximos que vamos chamar serão os enfermeiros e técnicos”, adiantou.

Segurança

A notícia dada pelo governador foi bem recebida pelos representantes das 18 cooperativas, que representam em torno de dois mil médicos de todo o Estado. A garantia de pagamento e priorização do setor animou os profissionais e garantiu cooperação.

Para o procurador da União Vascular de Serviços Médicos (Univasc), Marcos Sampaio, a iniciativa de Almeida dá mais segurança para os profissionais. “Nós vemos boa vontade do governador em nos chamar para o debate e abrir uma porta que estava fechada, a do diálogo. Com certeza essa é uma atitude sabia e que vai beneficiar tanto os trabalhadores quanto a população”, afirmou.

Veja também

Ortopedistas confirmam enfrentamento e anunciam ações em hospitais a partir deste sábado (25/11) Rafael Benoliel, presidente do ITO-AM, levanta troféu durante recente congresso da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) em Manaus. Entre ele e o médico Francisco Brandão, o presidente da SBOT-AM, Paulo Su. Ortopedistas querem "resgatar dignidade"Os o...
Governo fecha acordo com 17 cooperativas médicas, isola ITO-AM e médicos alfinetam gestão David Alme... Médicos e enfermeiros aceitaram parcelamento dos salários, que estão atrasados entre um e cinco mesesO Governo do Amazonas, em reunião realizada na tarde desta sexta (24/11), firmou acordo salarial com 17 cooperativas médicas. Vai pagar outubro, "o mês da atual gestão",...
Ortopedistas decidem negociar até esta sexta (24/11) e não descartam manifestações a partir de sábad... Pronto-socorro 28 de Agosto seria uma das unidades prejudicadas por manifestaçõesMédicos ortopedistas terceirizados do Governo do Amazonas decidiram, às 21h30 desta quinta (23/11), uma série de passos para negociar salários atrasados. Eles não receberam agosto, setembro...
Governo do Estado antecipa pagamento de médicos para evitar paralisações O secretário de Saúde, Francisco Deodato, participou de reunião na Sefaz para viabilizar o pagamento dos médicos. Foto: ArquivoA Secretaria de Estado de Saúde (Susam) afirmou, em nota, que a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) comunicou nesta quinta-feira (23) que v...
Classe médica emite alerta sobre possível paralisação geral de unidades no AM por atrasos salariais... Médicos de várias especialidades que atendem nas unidades de urgência e emergência adulto e infantil do Estado emitiram uma nota em que fazem um alerta à sociedade amazonense para uma possível paralisação de suas atividades, caso o Governo do Amazonas não atualize os repas...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook