Sem ônibus em Manaus e com pouca motivação no interior, eleição pode ter abstenção alta. Quem ganha, quem perde? Portal transmite

Em 2016, o povo se aglomerou no TRE-AM, em busca de regularização eleitoral para votar, e a abstenção foi baixa

A eleição suplementar no Amazonas pode atingir uma abstenção recorde. Enquanto na eleição para prefeito, ano passado, os que não compareceram para votar na capital foram apenas 9,50% desta vez, com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) de dispensar a gratuidade no transporte coletivo, a motivação tende a cair. Isso pode mexer no resultado da eleição suplementar para governador do Amazonas.

A eleição suplementar também estreia a novidade da biometria, quando o eleitor registra a digital num leitor para votar, em vários Municípios.

O portal entrou em contato com juízes de diversos Municípios, que vão presidir o pleito, e todos se mostram preocupados: a motivação está baixa, o cadastramento biométrico foi fraco. Alguns chegam a falar em abstenção próxima de 40%.

O curto tempo de campanha e as distâncias continentais do Amazonas também contribuíram para diminuir o alcance dos eleitores pelos candidatos. Daí a concentração da campanha na capital, que é uma tendência natural, ter aumentado ainda mais. A audiência do programa eleitoral gratuito, para piorar, foi baixa – o que pode ser avaliado pela repercussão quase nula nas redes sociais.

Abstenção alta pode prejudicar o candidato Eduardo Braga, que tem melhor desempenho no interior que na capital, e está numa batalha ponto por ponto com Rebecca Garcia pela vaga no 2º Turno. Ele vence no interior, mas está em curva de queda na capital, onde a adversária experimenta o melhor desempenho.

Amazonino Mendes, que descolou dos dois adversários mais próximos, segundo as pesquisas cadastradas no TRE-AM, espera agora pela batalha do 2º Turno.

Cabe aqui uma reflexão: não se reclama tanto pela “falta de democracia?” E da imposição da vontade dos políticos? E de que as autoridades estão se lixando para a população? E que os problemas mais prementes não são resolvidos a contento pelas autoridades? Ora, isso tudo deriva da participação da sociedade no processo eleitoral e da qualidade do voto. Abstenção alta é sinônimo de crescimento do analfabetismo político, muitas vezes escondido no biombo do “são todos iguais”. Que cidadão viraria as costas e, diante da decisão sobre quem iria administrar R$ 18 bilhões nos próximos 15 meses, diria: “Escolhe aí por mim?” Pois é o que fará quem não votar amanhã, uma vez que o governador eleito na eleição suplementar administrará esse valor, que corresponde ao orçamento anual do Estado do Amazonas. Vote, portanto.

Este portal vai transmitir a eleição, das 8h às 12h e das 16h até o anúncio e as entrevistas dos eleitos.

Nossa equipe é a mais completa:

Narração

Marcos Santos

 

Comentários

Gilson Gil, doutor em Ciências Sociais e professor da Ufam;

Wilson Nogueira, jornalista, ex-diretor de A Crítica, Em Tempo e Diário do AM, professor de pós-graduação de Comunicação na Ufam.

 

Reportagens

Cláudia do Vale

Arthemisa Gadelha

Aguinaldo Oliveira

David Batista

 

Produção

Tereza Cidade

Yndira Assayag

 

Internet

Vitor Calderaro, Anselmo Calderaro e equipe da Clic Web Solutions.

 

Produtora

Toré

Veja também

Prefeito de Manaus faz apelo ao presidente do TRE-AM para que antecipe posse do candidato eleito O prefeito Arthur Neto considera que dez dias após o 2º turno são suficientes para se preparar uma posse sem pompa. Foto: Semcom/DivulgaçãoO prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, fez um apelo pelo Facebook, na noite deste sábado (06/08), ao desembargador Yedo Simões...
Conheça os perfis dos candidatos que concorrem na eleição suplementar deste domingo (06/08) Neste domingo (8/08), 2.338.886 eleitores estão aptos a votar nas eleições suplementares para o Governo do Amazonas. Nove candidatos estão na disputa pelo cargo: Amazonino Mendes (PDT), Eduardo Braga (PMDB), Jardel (PPL), José Ricardo (PT), Liliane Araújo (PPS), Luiz Castro ...
Ministra Rosa Weber (TSE) indefere pedido do PROS de José Melo e eleição direta ganha mais uma Rosa Weber não aceitou os argumento para suspender a eleição deste domingo (06/08)A ministra Rosa Weber, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), indeferiu o pedido de liminar do PROS, partido do governador cassado José Melo, que pedia a suspensão da eleição direta supleme...
Gilmar Mendes acompanha votação paralela e estará no GGI no TRE Presidente do TSE, Gilmar Mendes, vai acompanhar eleição do Grupo de Gestão Integrada. Foto: DivulgaçãoO ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), chega a Manaus neste domingo (6), às 13h15, para acompanhar as eleições suplementares ao Gov...
Urnas são sorteadas para passar por auditoria no dia do pleito na votação paralela Duas urnas localizadas no bairro Zumbi, em Manaus, e uma de Rio Preto da Eva vão ficar na sede do TRE sendo monitoradas quanto ao registro de votos. Foto: Divulgação TRE-AMTrês urnas eletrônicas foram sorteadas para passar por auditoria neste domingo (6), durante a vota...

Um comentário para “Sem ônibus em Manaus e com pouca motivação no interior, eleição pode ter abstenção alta. Quem ganha, quem perde? Portal transmite

  1. Francisco tussolini disse:

    Ola Marcos, bela cobertura das eleições. Estou acompanhando por aqui. Portal confiável! Tussolini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook