Candidatos ao governo não podem ser presos a partir deste sábado, segundo calendário eleitoral

A partir de amanhã, candidatos ao pleito suplementar não pode ser detidos ou presos, salvo em flagrante delito. No caso de flagrante, devem ser levados imediatamente a juiz. Foto: Reprodução

A partir deste sábado (12), nenhum candidato poderá ser preso, salvo em caso de flagrante delito, de acordo com o calendário eleitoral do pleito suplementar de 2017 para o Estado do Amazonas.

De acordo com a legislação eleitoral, a regra vale até 48 horas após a votação, marcada para 27 agosto (segundo turno). A medida visa garantir o equilíbrio da disputa eleitoral ao prevenir que prisões sejam utilizadas como manobra para prejudicar, eventualmente, um candidato, através de constrangimento político ou afastando-o de sua campanha.

Mesmo se houver prisão ou detenção em flagrante, o candidato deve ser levado imediatamente a um juiz, para que o magistrado avalie no mesmo momento a legalidade do ato.

Durante o período, na prática, mandados de prisão (preventiva e temporária) não devem ser cumpridos pela autoridade policial competente, para evitar nulidades nos processos criminais. A norma estabelecida no artigo 236, parágrafo 1º, do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965) impede a prisão nos 15 dias que antecedem o pleito.

Veja também

Lei Seca em todo o Estado será de 2h às 17h do dia 27, no segundo turno do pleito Lei Seca para o segundo turno terá o mesmo horário do primeiro, valendo de 2h às 17h do dia 27 de agosto. Portaria foi assinada no dia 9. Foto: ReproduçãoA Lei Seca para o segundo turno das eleições suplementares, que acontece no dia 27, já tem horário para início e fim...
Recursos contra cassação de Melo entram na pauta de julgamento do TSE Pauta do julgamento da próxima terça-feira aguarda publicação no Diário de Justiça Eletrônico. Recurso e embargos relacionados à cassação do ex-governador José Melo foram incluídos na pauta. Foto: Divulgação TSEInclusos na pauta de julgamento 112/2017 do Tribunal Superi...
Prefeito de Urucurituba manifesta apoio a Amazonino Mendes Na manhã desta sexta-feira (18), o líder da coligação “Movimento pela reconstrução do Amazonas”, Amazonino Mendes (PDT), recebeu mais uma manifestação de apoio de gestores do interior do Estado. Desta vez, o prefeito de Urucurituba, José Claudenor, o Sabugo (PT), e secre...
Divulgação de pesquisa eleitoral não registrada pelo WhatsApp dá multa de R$ 53 mil a blogueiro Marcelo Generoso foi multado pelo MPE por divulgar pesquisa não registrada no TRE, em vários grupos de WhatsApp. Ele pode recorrer da decisão. Foto: ReproduçãoO Ministério Público Eleitoral no Amazonas (MPE) conseguiu na Justiça a condenação de Marcelo Soares de Oliveir...
Liliane Araújo anuncia saída do PPS e diz que não apoia nem Amazonino nem Braga no segundo turno Liliane Aráujo, que teve mais de 64 mil votos, anunciou hoje saída do PPS. Partido, segundo ela, fechou com outro candidato e ela "não compactua com velhas práticas políticas". Foto: PMSCom 64.013 votos obtidos no primeiro turno da eleição suplementar para Governo do Es...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook