Nova diretoria da Amazon é empossada pelo governador em exercício, desembargador Flávio Pascarelli

O governador em exercício e presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador Flávio Pascarelli, dando posse ao presidente da Amazon, juiz Cássio Borges. Fotos: Bruno Zanardo/Secom.

A nova diretoria da Associação dos Magistrados do Amazonas (Amazon), que tem como presidente o juiz Cássio André Borges dos Santos, tomou posse nesta quinta-feira, 10 de agosto. A solenidade foi presidida pelo governador em exercício, e presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador Flávio Pascarelli.

A diretoria, eleita em chapa única em julho deste ano, é composta por 23 membros, incluindo Conselho Consultivo e Fiscal da Associação. A atuação da nova diretoria compreende o biênio 2017/2019. Segundo o desembargador Pascarelli, a Associação se destaca pela luta organizada dos interesses e demandas dos magistrados. ““É importante no sentindo que representa um braço político da magistratura. As reivindicações que interessam aos magistrados, no aspecto corporativista é atribuição da Associação dos Magistrados do Amazonas. E ela tem conseguido muita coisa, não só no campo do poder Judiciário, mas no Legislativo e no Executivo”.

O presidente, que foi reeleito, mas com nova chapa, Cássio André Borges, destacou as conquistas alcançadas pela Amazon nos últimos dois anos e reforçou que a atenção aos magistrados que, atuam no interior do Estado, será redobrada nesta nova gestão.

“”É uma questão de honra para nós requerer ao presidente do Tribunal a imediata nomeação dos juízes aprovados no último concurso e que imediatamente se igualize os juízes do interior ao da capital. Não tem sentido o juiz da capital ter assessor e o do interior não ter. Fora a situação precária das instalações do interior. Temos percorrido o interior e nós temos registrado que historicamente o cidadão do interior tem sido tratado como cidadão de segunda categoria”, reforçou Borges.

Para a nova gestão, o presidente da Amazon também destacou a presença da Amazon na luta por interesses nacionais.  ““Nós atuamos com uma atenção especial nas defesas das garantias da magistratura e dos magistrados. Toda categoria que não se organiza tem perdas. Nós precisamos, nos próximos dois anos, retomar a discussão de algumas demandas reprimidas da magistratura amazonense. Mas a briga nacional é mais forte. Porque a magistratura por conta do combate a corrupção ela está sendo alvo de perseguição de setores políticos e nós precisamos estar unidos na Associação para enfrentar esse tipo de ataque a magistratura”, destacou.

O juiz Cássio André Borges, que atua como juiz de Direito há duas décadas, também destacou que a gestão continuará atuando no fortalecimento do diálogo dos magistrados com a sociedade e defendendo as garantias da magistratura. ““A associação avançou na defesa de nossa classe nesses dois anos, sempre lutando pelas demandas do conjunto da magistratura. No próximo biênio, vamos procurar honrar a escolha dos colegas fortalecendo as conquistas””, avaliou.

 

Veja também

Jaildo dos Rodoviários defende nova licitação para ônibus, ameaça prefeito com processo e não descar... Jaildo dos Rodoviários defende nova licitação para ônibus em Manaus, afirmando que é absurdo empresário dizer que tem prejuízo"Todo mês é essa palhaçada. Não tem dinheiro, não vai pagar, vai atrasar. O trabalhador está com o salário atrasado há cinco dias". A afirmação ...
Arthur reage a paralisação no transporte coletivo acusando e desafiando empresários e trabalhadores.... Arthur reage a paralisação no transporte coletivo acusando e desafiando empresários e trabalhadores, do Sindicato dos RodoviáriosO prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB), acaba de reagir de forma dura à paralisação do transporte coletivo na cidade. Na tarde desta se...
Guaraná é de Maués, após disputa com a Bahia pela Indicação Geográfica do produto. Veja entrevista d... O guaraná é de Maués, agora oficialmente. Disputa com a Bahia pela Indicação Geográfica do produto foi vencida pelo MunicípioO guaraná, nascido e criado na civilização dos índios da etnia sateré mawé, volta a pertencer ao Município de Maués. A conquista foi referendada ...
Rebecca e David firmam união para 2018, deixando para depois decisão sobre cargos que disputarão Rebecca e David firmam união para 2018, mas deixam para o momento oportuno a decisão sobre que cargos disputarão. Os dois reuniram com o pai dela, o empresário Francisco Garcia (centro), na indústria deleDavid Almeida e Rebecca Garcia caminharão juntos em 2018. O compro...
Governo e Prefeitura divulgam política de descentralização do atendimento de HIV/Aids A campanha de divulgação da política de “Descentralização do Tratamento de HIV/Aids” foi anunciada nesta segunda-feira. Foto: Bruno Zanardo/SecomAs secretarias Estadual (Susam) e Municipal (Semsa) de Saúde, em conjunto com o Ministério da Saúde (MS), lançaram, nesta seg...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook