Arthur afirma que ‘adversários erram’ e critica “ridicularia’ na campanha da eleição suplementar

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, que apoia o candidato Amazonino Mendes, postou hoje (12/08) criticando os adversários porque “erram o tempo todo”. Ele afirma, repetindo o ex-governador e poeta Ronaldo Cunha Lima, que “em política, ninguém mata, ninguém morre”, e a derrota “pode ser o caminho para possível vitória”.

A publicação é feita a duas semanas do 2º Turno da eleição que vai decidir, entre Amazonino e o senador Eduardo Braga, quem será o governador do Amazonas até 31/12/2018.

Veja a íntegra do texto de Arthur Virgílio:

“Nossos adversários erram o tempo todo. Numa eleição majoritária vence quem erra menos e não quem acerta mais. Eles perderam o contato com o acerto e se apegam fervorosamente ao erro.

Perdem a compostura diante da derrota iminente. Não compreendem que, “em política, ninguém mata, ninguém morre” (Ronaldo Cunha Lima, deputado, senador, governador e poeta paraibano). Pode acontecer, porém, o suicídio que, aliás, é bem frequente.

Nossos adversários não percebem que a derrota, se aceita com nobreza e gratidão aos seus fiéis apoiadores, pode ser o caminho para uma possível vitória.

O menosprezo, o desrespeito, a ridicularia, somente diminuem quem usa de tais armas. Até porque o menoscabo ao oponente insulta quem o segue e fecha as portas para eventual abertura aos agressores de hoje.

O caminho justo me parece ser o debate de ideias e projetos, até o fim da eleição.

O mérito está em dialogar incessantemente com o povo. O demérito está na velha e cansada política de ataques pessoais. Que os postulantes, daqui a dias definidos como vencedores e derrotados – é assim nas democracias – saibam engrandecer o processo e contribuir com o que possam ter de melhor no cérebro e no coração.

O Amazonas, em crise e em estado pré-falimentar, agradecerá com ternura e reconhecimento.”

Veja também

PT decide não apoiar nem Amazonino nem Braga no segundo turno e não libera filiados para campanha Como adiantado em entrevista ao Portal Marcos Santos, PT e José Ricardo miram no futuro e olham para a frente, onde não tem espaço para apoio a candidatos que já governaram o Amazonas. Foto: DivulgaçãoMais um candidato à eleição suplementar para Governo do Estado que co...
A eleição na realidade Eleições sempre são um momento de sonho e utopismo. Nelas se fazem promessas, acordos e esperanças são alimentadas. Isso faz parte da democracia e do cotidiano eleitoral. Contudo, a crise econômica, de caráter recessivo, as denúncias sobre corrupção na política e o desencant...
Pesquisa Tiradentes aponta vitória de Amazonino com 30 pontos à frente de Braga Na pesquisa DMP/Tiradentes, Amazonino abre 30 pontos de vantagem em relação a BragaSegunda pesquisa divulgada após o primeiro turno da eleição suplementar, a DMP/Tiradentes confirma vitória do candidato ao governo do Amazonas, Amazonino Mendes (PDT), no dia 27 de agosto...
MPF quer que José Melo pague as contas da eleição suplementar. Braga afirma: ‘Nem se quisesse ... José Melo teria que devolver R$ 32 milhões aos cofres públicos pela eleição suplementarO Ministério Público Federal (MPF) deve entrar com um pedido, junto à Justiça Eleitoral, para que o ex-governador José Melo pague os custos da eleição suplementar para governador no A...
Eleitor que não votou no primeiro turno tem prazo para justificar. Baixe aqui o requerimento Eleitor que não votou e não justificou no primeiro turno da eleição suplementar tem até o dia 5 de outubro para se justificar junto à Justiça Eleitoral, e pode votar normalmente no segundo turno. Foto: Divulgação TSEO eleitor que não votou e não justificou sua ausência ...

Um comentário para “Arthur afirma que ‘adversários erram’ e critica “ridicularia’ na campanha da eleição suplementar

  1. Marcelo disse:

    Se ruela sofreu pra ganhar do Marcelo Ramos e tá se achando muito… coitado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook