Mulher traída pelo marido busca indenização por danos morais, mas juiz nega o pedido

O juiz titular do 8º Juizado Especial Cível (8º JEC) da Comarca de Manaus, Marcelo da Costa Vieira, negou pedido solicitado por uma mulher que foi traída pelo marido e ingressou com um processo judicial pleiteando indenização por danos morais.

Na decisão, o magistrado reconheceu o desvio de comportamento do réu e o evento danoso que afronta a solidez familiar, mas de acordo com jurisprudência, entendeu que a infidelidade conjugal somente pode lastrear danos morais a serem pagos pelo traidor se for feita “com o propósito inequívoco de causar vexame, vergonha e execração pública ao traído, não bastando sua mera ocorrência”.

Conforme os autos do processo, a demandante era casada com o réu desde 2006 e descobriu as relações extraconjugais em 2013, tendo incluído nos autos documentos de suposta ajuda financeira para uma mulher, os quais indicariam o relacionamento (extraconjugal) há mais de três anos, o que motivou o divórcio e o requerimento de indenização pecuniária por danos morais a ser pago pelo réu a pedido da ex-esposa.

Em sua decisão, o juiz Marcelo da Costa Vieira salienta que, no caso dos autos, “basta uma análise dos e-mails por ela (a ex-esposa) obtidos e inequivocamente remetidos pelo réu (o ex-esposo) para seu filho para se concluir que, de fato, ele faltava com o seu dever conjugal de fidelidade para com a esposa, ainda que não se possa precisar com quem seriam tais relacionamentos ou mesmo a seriedade e regularidade com que existiam”.

Menciona ainda o juiz que “evidentemente, o réu cometeu um ilícito, agiu como não devia, com conotação inequivocamente perniciosa para a sociedade familiar que constitui com o casamento, agora desfeito”.

Entretanto, lembrando, como jurisprudência o Acórdão nº 549835, 20090710325867APC, de relatoria do magistrado Lecir Manoel da Luz julgado em 16 de novembro de 2011 pela 1ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), o juiz lembrou que “a traição, ou seja, o descumprimento de dever marital de fidelidade, embora traga dor, sofrimento, desapontamento, angústia e profunda tristeza ao cônjuge traído, por si só não é apto a ensejar reparação por danos morais, porquanto habita na esfera das vicissitudes da vida conjugal, eis que tal fato não demonstra acontecimento extraordinário a evidenciar flagrante violação aos direitos de personalidade”, apontou o juiz Marcelo da Costa Vieira.

O magistrado negou o direito de indenização pecuniária à demandante, acrescentando em sua decisão que o réu “não precisa de punição mas efetivamente de educação ainda que difícil de ocorrer na fase adulta da vida (…) Assim, por tudo, não se pode ter como presente a indenização por dano moral”, concluiu o juiz.

Veja também

Copiloto será indenizado por falha de segurança em voos de empresa aérea do Amazonas O Tribunal Do Trabalho vai comunicar a decisão à Anac para que providências sejam tomadas no âmbito da empresa. Da sentença não cabe mais recurso. Foto: DivulgaçãoPor unanimidade de votos, a Segunda Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região - AM/RR (TRT11) fi...
Navios chegam a Manaus trazendo 3,1 mil turistas na Temporada de Cruzeiros 2017/2018 Na próxima semana, três navios chegam a Manaus durante a Temporada de Cruzeiros 2017/2018. O primeiro a chegar será o M/S Silver Whisper, na segunda-feira, 27/11, às 13h. A estimativa é que o navio traga a bordo 684 pessoas, entre passageiros e tripulantes. A Fundação Munic...
AADES abre processo seletivo para Sistema Socioeducativo com 72 vagas. Inscrições começam dia 27 A Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (AADES) lançou o edital Nº030/2017 para Processo Seletivo Simplificado com 72 vagas temporárias para atuação no Projeto de Apoio ao Processo de Implementação do Sistema Socioeducativo. O projeto será executado em p...
Netinho é atração do tradicional Baile do Hawaii do Hotel Tropical. Ingressos à venda O cantor baiano Netinho vai reviver seus grandes sucessos no Baile do Hawaii 2018. Foto: DivulgaçãoO Baile do Hawaii 2018 já tem data para acontecer em Manaus: será no dia 27 de janeiro, sábado. Totalmente reformulado, o evento acontece, como de costume, no Hotel Tropic...
Sine Manaus Cidade Nova seleciona candidatos para 12 vagas de emprego O Sine Manaus da Cidade Nova irá selecionar, nesta sexta-feira, 24/11, e segunda-feira, 27/11, profissionais para 12 vagas de emprego. São elas: eletricista de autos, lanterneiro de automóveis, polidor de automóveis, técnico em refrigeração, confeiteiro, artífice de manute...

Um comentário para “Mulher traída pelo marido busca indenização por danos morais, mas juiz nega o pedido

  1. Ricardo disse:

    Pq não mostrar tb alguma prefeitura que apoia o Eduardo Braga? Disfarcem pelo menos o apoio q vcs têm pelo Amazonino

    RESPOSTA
    Divulgamos material dos dois candidatos. Eduardo Braga, até o momento, não divulgou o apoio de prefeitos de interior. Quando isso acontecer, também publicaremos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook