Em sua última pesquisa eleitoral para o pleito suplementar, IDP aponta vitória de Amazonino por quase 16 pontos

Se o segundo turno fosse hoje, Amazonino teria 42,9% dos votos, contra 27% de Eduardo, segundo pesquisa da IDP, realizada com 1.600 eleitores em Manaus e no interior. Foto: Divulgação

Se o segundo turno da eleição suplementar para governador do Amazonas fosse hoje, o candidato Amazonino Mendes (PDT), da coligação “Movimento pela reconstrução do Amazonas”, obteria 42,9% dos votos dos eleitores, contra 27% do candidato Eduardo Braga (PMDB) , da coligação “União pelo Amazonas”.

Os dados são da pesquisa realizada pelo Instituto Diário de Pesquisa (IDP). Haveria, ainda, 21,8% de votos em branco ou nulos e 8,3% de indecisos. Registrada na Justiça Eleitoral com o número AM-09298/2014, a pesquisa foi realizada nos dias 21, 22, 23 e 24 de agosto, envolvendo diversos bairros localizados nas 13 zonas eleitorais de Manaus e 12 zonas eleitorais do interior do Estado. Foram entrevistados 1.600 eleitores.

A margem de erro máxima é de 2,45% para mais ou para menos, com um intervalo de confiança a 95%, o que garante que se a pesquisa fosse feita 100 vezes, repetindo-se as mesmas condições, então, em aproximadamente 95 destas vezes, as proporções obtidas em cada resposta, com uma variação de 2,45% para mais ou para menos, estariam estimando o pensamento do Estado.

O levantamento foi domiciliar, sendo entrevistado um único eleitor por domicílio. Os domicílios foram escolhidos por meio de sorteio, tendo todos iguais chances de fazer parte da amostra.

Contabilizando apenas os votos válidos (não somam-se os nulos, brancos e indecisos), Amazonino obteria 61,4% da preferência do eleitorado amazonense, contra 38,6% de Braga. A pesquisa também perguntou aos eleitores se a opção dos votos é definitiva ou pode mudar. O resultado foi que, hoje, 79,1% disseram que a opção é definitiva e 16,7% que ainda pode mudar. Ainda há 4,2% de eleitores que ainda aparecem como indecisos se mudam ou não sua opção de voto.

Os eleitores do Amazonas voltam às urnas neste domingo, dia 27 de agosto. A eleição suplementar foi determinada pela Justiça Eleitoral, que cassou o mandato do ex-governador José Melo (PROS) por compra de votos e decidiu que a eleição do próximo governador deveria ser direta, com o voto dos 2,3 milhões de eleitores do Estado.

Quadro apresenta resultado da última pesquisa do instituto

Veja também

Amazonino quer aceleração da obra da avenida das Flores, na Cidade Nova A pedido do governador Amazonino Mendes, a obra foi acelerada e será concluída em no máximo 180 dias. Foto: Clóvis Miranda/Secom.O governador do Estado, Amazonino Mendes, vistoriou, na manhã desta sexta-feira (08/12), o canteiro de obras da trincheira sob a avenida Noel...
Programa nacional “Internet para Todos” é lançado no Estado e vai atender interior Criado para ampliar o acesso à internet banda larga, programa terá apoio do governo estadual, anunciou Amazonino Mendes. Fotos: Clóvis Miranda/ SecomO programa “Internet para Todos”, do Governo Federal, terá a coordenação do Governo do Amazonas para facilitar o acesso d...
Ipaam lança programa de licenciamento ambiental online O presidente do Ipaam e secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade, Marcelo Dutra, destacou que o sistema desembaraçou 62% dos requisitos que eram exigidos no órgão. Foto: Clóvis Miranda SecomHá 60 dias à frente do Executivo, o governador Amazonino Mendes la...
Seinfra construirá trincheira no Galileia para obra de passagem de nível Seinfra altera projeto da avenida das Flores para construir uma passagem de nível no local. Foto: Divulgação O Governo do Amazonas atendeu às solicitações dos moradores e comerciantes da rua S, situada no conjunto Galileia, zona Norte. Por meio da Secretaria de Estado de ...
Vereadores aprovam contas de Arthur e Serafim e barram as de Amazonino e Alfredo Em ritmo de esforço concentrado, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou em sessão extraordinária realizada na tarde desta terça-feira (5), os Projetos de Decreto Legislativo referentes à prestação de contas dos exercícios de 2014 e 2015, de responsabilidade do prefeito...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook