Polícia Federal apura 18 notícias-crimes em Manaus e mais 5 Municípios. Há denúncias de transporte ilegal e compra de votos

O delegado Marcelo Bertolucci, que pela primeira vez está numa eleição no Amazonas, é chefe da Unidade de Repressão a Crimes Eleitorais da PF. Cidades com notícias-crime investigadas são Manaus, Parintins, Tefé, Maués, São Gabriel da Cachoeira e Nhamundá. Foto: PMS

A Polícia Federal recebeu, até às 14h deste domingo, durante o segundo turno do pleito suplementar ao Governo do Amazonas, 18 notícias-crimes, que estão sendo apuradas, passando pela fase de formalização, mas sem nenhuma prisão em flagrante nem Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) lavrado, incluindo boca de urna, transporte ilegal de eleitores e compra de votos.

As informações são do delegado Marcelo Bertolucci, chefe da Unidade de Repressão a Crimes Eleitorais da Diretoria de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal. “Dentro das atribuições de Polícia Judiciária e Eleitoral no pleito, posso dizer que nas 12 eleições que trabalhei, o Amazonas, hoje, está tendo um sufrágio muito calmo. A praxe é ter centenas de ocorrências. Estamos em céu de brigadeiro”, falou Bertolucci.

Neste sábado (26), a Polícia Federal fez duas ações no interior a partir de denúncias. Em Balbina, em Presidente Figueiredo, policiais atenderam ocorrência de possível compra de votos e transporte de dinheiro, o que não foi confirmado no local.

Na mesma noite, a PF representou ao juiz eleitoral para realizar busca e apreensão numa festa promovida por um vereador, de nome não divulgado, que estava fazendo distribuição de requisições de combustível. As requisições de 5 litros, 10 litros e 20 litros foram apreendidas. Não foi informado quantas requisições foram apreendidas numa propriedade na AM-240.

Atuação

Com aproximadamente 300 homens da PF no Estado todo, atuando em 16 Municípios e na capital. As equipes em geral são formadas por um delegado, um escrivão e agentes. Segundo Bertolucci, existem inquéritos formais em andamento referentes ao primeiro turno de delitos eleitorais.

Após o inquérito policial e eleitoral ser formalizado, a PF tem 30 dias para concluir, podendo ser encaminhado para o juízo eleitoral solicitando mais prazo ao Ministério Público, para complementar as diligências necessárias num prazo máximo de 60 dias.

Veja também

Polícia Federal deflagra operação Green Load em Manaus e Santarém para combate ao tráfico da superma... PF deflagrou Operação Green Load para desmontar quadrilha que usava aeroportos para transporte da maconha tipo skunk, também conhecida como supermaconha, por ser mais concentrada e forte. Foto: DivulgaçãoA Polícia Federal, juntamente com o Ministério Público do Estado d...
MP-AM pede dissolução de instituto investigado na Maus Caminhos e cita desvio de mais de R$ 500 milh... Operação Maus Caminhos desmontou esquema de desvio milionário de dinheiro da saúde no Amazonas. Agora, ação na Justiça pede dissolução da empresa, para evitar possíveis futuras fraudes. Foto: ArquivoUma ação civil do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), ingressada na...
TSE nega registro de candidatura de prefeito de Novo Aripuanã e cidade terá novas eleições Pleno do TSE decidiu ontem negou registro de candidatura de Aminadab Santana, de Novo Aripuanã, que está inelegível por 8 anos. O Município terá pleito suplementar em até 90 dias realizado pelo TRE-AM. Foto: Divulgação Com o registro de candidatura de Aminadab Meira Sa...
Polícia faz apreensão de 700 kg de droga após tiroteio com feridos perto da Base Anzol, em Tabatinga... Tiroteio deixou dois policiais feridos na quinta e menos de 24h depois, ação integrada resultou na apreensão de 700 kg de drogas perto da comunidade Belém do Solimões. Fotos: DivulgaçãoDepois de um tiroteio com traficantes, onde dois policiais ficaram feridos, uma opera...
Policiais são baleados em tiroteio com traficantes perto da Base Anzol, em Tabatinga Dois policiais ficaram feridos durante trabalho de policiamento na Base Anzol, montada em Tabatinga, para combate ao tráfico internacional de drogas. Foto: DivulgaçãoDois policiais, um civil e outro militar, que estavam próximos da Base Anzol da Polícia Federal, no muni...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *