Amazonino fica chocado com primeira análise da situação da saúde no Estado

Segundo dados do MP-AM, fila da saúde tem 60 mil pessoas à espera de simples consulta na rede pública estadual. Foto: Arquivo

Em plena fase de transição para assumir o Poder Executivo, o governador eleito Amazonino Mendes (PDT) usou suas redes sociais neste domingo (24) para dizer que está “chocado com os números da saúde: são mais de 60 mil amazonenses na fila por consultas e cirurgias”.

Amazonino classificou a situação como de catástrofe, e que vai além da área da saúde, apesar de ser uma pasta fundamental. “É necessário reconstruir o Amazonas com muita seriedade e sem politicalha. Teremos que multiplicar esforços para aliviar a dor destas pessoas praticamente abandonadas pelo atual governo”.

Os números a que se refere o governador eleito foram informados pelo Ministério Público Estadual (MP-AM), que deve pedir o afastamento do diretor da Fundação Hospital Adriano Jorge, que hoje tem uma das maiores listas de espera por serviços de cirurgia do Estado: são 2.372 pacientes na fila. Ao todo, quase 11 mil pessoas aguardam por um procedimento cirúrgico em unidades estaduais.

E para piorar o quadro, existem 52.769 amazonenses que ainda não conseguiram marcar uma simples consulta médica na rede pública do Estado. Conforme dados do MP-AM, a gestão é omissa e não há um plano para realizar ou reduzir as filas, sem contar os inúmeros cancelamentos de procedimentos eletivos.

O Ministério Público irá acionar o Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Denasus) para apurar possíveis irregularidades na unidade, além de solicitar instauração de processo administrativo contra o diretor.

Inspeção

Na última terça-feira, o Adriano Jorge passou por inspeção e o diretor, Alexandre Bichara, não estava presente. Foram encontradas diversas irregularidades, como divergências quanto ao médico que avalia paciente e o que vai fazer a operação até leitos ociosos, apesar da grande procura pela unidade.

No início do mês, o Ministério Público Federal no Amazonas (MPF-AM) informou apurar possíveis irregularidades apontadas em auditoria pelo Denasus na saúde, apontando emprego de recursos destinados ao setor usados fora do seu objeto e pagamentos realizados sem comprovação dos serviços prestados.

As instaurações de inquéritos civis, antes Procedimentos Preparatórios, foram assinadas pelo procurador da República, Thiago Pinheiro Corrêa, e publicadas no Diário Oficial do MPF-AM, do dia 4 de setembro.

Veja também

Obras no sistema viário do Distrito Industrial de Manaus competem à Prefeitura, decide Justiça Sentença sobre declaração de competência foi motivada por ação movida pela Suframa, num impasse que durava pelo menos uma década. Foto: ArquivoA Justiça Federal no Amazonas decidiu que o município de Manaus é o responsável pela gestão, fiscalização e manutenção do siste...
Posse de secretários: José Jorge formaliza saída da Seplan, Cipriano assume CGL e Diego Afonso SPF e... Diego Afonso é superintendente da Suhab e também secretário estadual de Política FundiáriaNovos passos foram dados no Governo Amazonino, com a posse de secretários. O vereador Diego Afonso, que obteve autorização especial da Câmara para assumir a Superintendência de Hab...
MP-AM pede dissolução de instituto investigado na Maus Caminhos e cita desvio de mais de R$ 500 milh... Operação Maus Caminhos desmontou esquema de desvio milionário de dinheiro da saúde no Amazonas. Agora, ação na Justiça pede dissolução da empresa, para evitar possíveis futuras fraudes. Foto: ArquivoUma ação civil do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), ingressada na...
Novos titulares da Sema/Ipaam e CGL tomam posse dos cargos Marcelo Dutra assume o comando da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) Foto: Clóvis Miranda/Secom.O governador do Estado, Amazonino Mendes, empossou, nesta terça-feira, 17 de outubro, mais dois gestores qu...
Amazonino encosta em David junto a professores adiantando parcela do Fundeb Equipe do Governo do Estado trabalha para adiantar quarta parcela do abono do Fundeb para educadores, conforme adiantou o governador Amazonino Mendes, no último domingo. Foto: ArquivoO pagamento da quarta parcela de abono do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica e...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *