Edital Prodav TVs públicas será publicado em novembro para fomentar produção audiovisual regional

O anúncio do edital foi feito pela TV Cultura do Amazonas em parceria com a EBC e a Agência Nacional de Cinema (Ancine). Foto: Valdo Leão/Secom

A TV Cultura do Amazonas em parceria com a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) do Governo Federal e da Agência Nacional de Cinema (Ancine) que é vinculada ao Ministério da Cultura, participou, na manhã desta quinta-feira, 28, do anúncio do edital do Programa de Desenvolvimento do Audiovisual (Prodav) TVs Públicas EBC. O edital deverá ser publicado em novembro deste ano e tem como objetivo fomentar a produção do audiovisual em cada região do país.

O anúncio do edital ocorreu na sede da TV Cultura do Amazonas, no Bairro Praça 14 de Janeiro, zona Sul de Manaus. O coordenador do Prodav TVs Públicas EBC, Carlos Eduardo Santos destacou que o programa chamado “Brasil de Todas as Telas” foi criado para fomentar os trabalhos de audiovisual local, dando assim a oportunidade dos profissionais locais poderem participar inscrevendo seus trabalhos de audiovisual, mostrando o Amazonas pelo olhar do morador da região.

“O nome da chamada é ‘Brasil de Todas as Telas’, então na verdade, estamos trabalhando a produção audiovisual como a região local se vê e divulgando isso para todo o país. Nós, da EBC temos ainda a TV Brasil onde exibimos as obras do Norte para todo o resto do Brasil e vice-versa. Então, a gente consegue mostrar para o público infantil as brincadeiras de criança, as obras de ficção local, os documentários ligados as questões regionais como produção indígena e, a gente consegue mostrar o que é a cultura local e como ela se vê, além do que tem de qualidade nesse produto”, reforçou Carlos Eduardo.

Da mesma forma que acompanhou editais anteriores também promovidos pela EBC e ligados a produção do audiovisual, a TV Cultura do Amazonas vem dando apoio ao Prodav e incentivando os produtores locais.

“A TV Cultura é agraciada com horas de programação de séries e de documentários de altíssima qualidade e hoje a gente já estreou as nossas séries produzidas por amazonense, por produtoras locais, discutindo as nossas questões, nós mesmos falando de nós e nos apresentando para o Brasil também porque as TVs públicas em rede nacional também estão passando esses conteúdos. E a nossa parceria é essa de ceder a tela e de exibir material de boa qualidade e fornecer esse suporte e esse apoio técnico porque as reuniões sempre acontecem aqui na sede da TV Cultura”, revelou a presidente da TV Cultura do Amazonas, Wânia Lopes.

Para os produtores audiovisuais locais, a oportunidade é uma grande chance para mostrar os talentos do Amazonas. “Se há alguma chance das produtoras e produtores locais terem algum acesso a algum edital, é o do Prodav, exatamente porque a maioria das produtoras locais não tem um portfólio muito amplo, o que conta pontos nos editais centrais. Então, essa é uma grande chance de dar o primeiro passo para se ter acesso também, com um portfólio, a outros editais centrais. E a gente sabe que nós aqui do Amazonas temos capacidade, temos bons profissionais, boas produtoras, bons equipamentos, boa estrutura e a gente não deixa nada a desejar aos profissionais e as produtoras do centro do país, além de termos uma vantagem que ninguém tem que são as nossas histórias daqui”, pontuou o produtor audiovisual Idenilson Perin.

Para o produtor Gustavo Soranz, que já teve a sua produtora premiada na primeira edição do edital do Prodav Tvs Públicas EBC, o lançamento do edital é de extrema relevância para o Amazonas porque deixa um reflexo positivo para a cadeia produtiva do audiovisual de conteúdo independente.

“Desde a primeira edição em 2014 e 2015 quando os recursos começaram a entrar, o que a gente nota é que já há uma estrutura de produção instalada na cidade que foi possível alcançar e desenvolver por conta dos recursos do edital. Além da estrutura de produção, uma série de profissionais passou se qualificar por terem acesso a esses recursos e poderem receber pelo seu trabalho, coisa que antes não era possível porque se vivia de prêmio pequeno e era demorado para se ter uma outra edição. E o maior legado desse edital é produzir mão de obra qualificada e o Estado do Amazonas poder competir de forma igualitária com outras regiões do Brasil”, enfatizou o produtor de audiovisual.

O edital “Brasil de Todas as Telas” deve ser publicado em novembro no site da EBC: www.ebc.com.br. Por isso, os produtores audiovisuais do Amazonas devem ficar alerta para os requisitos que serão solicitados pelo certame.

Veja também

Usuário de drogas é esquartejado e partes do corpo são jogadas em rua, no AM Conforme a PM, Victor era usuário de drogas e também era envolvido em roubos na cidade. Foto: DivulgaçãoVictor da Silva Barbosa, de 21 anos, foi encontrado morto e esquartejado na madrugada desta sexta-feira (23), no bairro Cidade Nova, em Autazes, a 113 km de distância...
Dois jovens são presos após assaltarem escola no Educandos. Um deles usava farda da instituição Após a prisão, as vítimas compareceram a Delegacia-Geral da Polícia Civil, no Dom Pedro, zona Centro-Oeste, para fazer o reconhecimento e depor sobre o caso. Foto: DivulgaçãoCleiton Leal de Alencar, de 20 anos, e Mateus Siqueira Gomes, de 21 anos, foram presos na noite ...
Arthur Virgílio revela que recusou ligações do governador Alckmin e anuncia que distrito industrial ... Arthur Virgílio revela que recusou ligações do governador Alckimin e diz que, segunda-feira, se estiver melhor, poderá atender. Os dois disputam a candidatura do PSDB a presidente da RepúblicaO prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, voltou a criticar as prévias inter...
Colégios da PM liberam alunos mais cedo por falta de professores e Seduc anuncia mais 180 mestres pa... Colégios da PM liberam alunos mais cedo alegando que não podem mais suprir ausências de professores contratando temporários. Na foto, formatura de Ensino Médio do CMPM 3, no Campos Sales, uma das escolas mais destacadas do Estado.O aviso é claro: "Comunicamos aos senhor...
Maus tratos a idosos? Saiba como denunciar em Manaus Nos últimos anos, o Disque Idoso já recebeu 12.060 denúncias. Foto: Semcom/Divulgação São cada vez maiores os índices de maus tratos contra pessoas acima de 60 anos, seja por violência física, psicológica, patrimonial ou negligência. Segundo a Organização Mundial de Saúde ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook