David passa governo para Amazonino com quatro meses de crescimento da arrecadação, setembro recorde

Os números ainda estão sendo fechados pela Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) e devem manter a série de crescimento registrada a partir de junho. Foto: Divulgação

O Governo do Amazonas terá arrecadação recorde do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no mês de setembro. Será o quarto mês seguido este ano de aumento na arrecadação da principal fonte de arrecadação do Estado. A previsão foi anunciada pelo governador David Almeida, nesta quinta-feira, dia 29 de setembro, durante a posse de oito novos defensores públicos ocorrida na sede do governo, na Compensa.

Os números ainda estão sendo fechados pela Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) e devem manter a série de crescimento registrada a partir de junho, quando o ICMS registrou 12% de crescimento e seguiu nos meses subsequentes, com aumento de 19% em julho e 30,66% em agosto em relação a estes meses no ano anterior (2016).

“Quando assumimos, em maio, a arrecadação estava negativa em – 9,1 %. Com gestão, conseguimos aumentar o ICMS em junho para 12%, julho 19% e em agosto tivemos  o terceiro melhor mês de arrecadação  com 30,66%. Agora, em setembro será  a maior arrecadação da história do Amazonas”, disse o governador.

David Almeida lembrou o caos da economia estadual, encontrado quando assumiu o governo em maio, com menor repasse de verbas federais e diminuição abrupta do ICMS devido a maior crise econômica do país e disse que o aumento na arrecadação, que refletem positivamente na Receita do Estado, é resultado das decisões tomadas em prol de uma gestão pautada pelo dinamismo e celeridade nas ações e, principalmente, pela eficiência na gestão. “Estamos conseguindo este resultado sem terror fiscal e sem aumentar impostos, apenas com eficiência na gestão”, disse.

Com orçamento R$ 1,5 bilhões menor que no ano anterior, o governador afirmou que foi levado a tomar decisões rápidas que pudessem impactar e movimentar a economia. Para tanto, fez a máquina estatal funcionar, dando ordem de serviço a obras para as quais havia recursos em caixa e já estavam licitadas, gerando emprego e distribuindo renda, além de pagar fornecedores.

O investimento em infraestrutura com recuperação viária de ramais, vicinais, obras na capital, como a duplicação da estrada AM-070 que liga Manaus a Manacapuru, ampliação da Avenida das Flores e canteiro de obras do Anel Viário Norter/Sul, segundo o governador, destravou a economia gerando emprego e renda.

Outro exemplo foi o adiantamento de duas parcelas do 13º salário, 30% em junho, e mais 30%, em setembro, bem como o pagamento aos professores de um abono referente a sobras do Fundeb repassadas pelo Governo Federal. “Fizemos também o pagamento da maior promoção da história da Polícia Militar do Corpo de Bombeiros Militar e o pagamento do escalonamento da Polícia Civil e isso colocou dinheiro na mão dos trabalhadores que começaram a movimentar a economia”, disse.

Outro reflexo da boa gestão foi o fato de o Governo do Estado ter ficado abaixo do Limite Prudencial da Lei Prudencial de Responsabilidade Fiscal com a folha de pagamento, em julho, depois de 27 meses atuando acima do limite.

O governador lamentou a decisão judicial que impede sua gestão de fazer contratos e licitações além de outras medidas administrativas que comprometam o orçamento do Estado para além de sua gestão, pelos danos provocados à população, a exemplo dos contratos na área de saúde e o impedimento de licitar obras de infraestrutura em vários municípios.  “Quem perde é a população, temos 500 milhões em caixa para obras de infraestrutura. Eu queria começar essas obras para que o governador eleito desse prosseguimento. Fica a noção de dever cumprido, entrego o Estado do Amazonas bem melhor do que o recebi”, concluiu.

Veja também

Casal testa em Manaus jogo Sobrevivência na Amazônia que dispensa tablets e smartphones Jovens se deliciam ao redor do tabuleiroISLÂNIA LIMA - Especial para o Portal do Marcos SantosO jogo Sobrevivência na Amazônia, criado pelo design carioca Roberto Tostes, está sendo testado pelo casal Ingrid Taskya e Victor Nikolai, que moram em Manaus. Ele promete ...
Posse de secretários: José Jorge formaliza saída da Seplan, Cipriano assume CGL e Diego Afonso SPF e... Diego Afonso é superintendente da Suhab e também secretário estadual de Política FundiáriaNovos passos foram dados no Governo Amazonino, com a posse de secretários. O vereador Diego Afonso, que obteve autorização especial da Câmara para assumir a Superintendência de Hab...
Projeto de aluna da UEA é selecionado pelos EUA Yasmin é aluna do curso de Especialização em Desenvolvimento de Jogos na UEA. Foto: Reprodução FacebookA jovem empreendedora, Yasmin Rodrigues, está entre os 20 brasileiros selecionados pelo Governo Norte Americano para participar do Young Leaders of the Americas ...
Inscrições para estágio no Ministério Público terminam dia 31 Segue até o dia 31, a inscrição para o XVII Exame de Seleção para o Credenciamento de Estagiários de Direito do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM).Serão oferecidas 30 vagas para Promotorias e Procuradorias de Justiça da Capital, além de formação de cadastro...
Câmara dará posse a novo vereador na próxima quarta-feira Gilberto Jorge dos Santos Júnior, mais conhecido como Júnior Resgate, é conselheiro tutelar na zona leste de Manaus. Foto: Diivulgação.Com a saída do vereador Diego Afonso (PDT) que se licenciou para assumir a Superintendência Estadual de Habitação (Suhab) e a Secretari...

3 comentários para “David passa governo para Amazonino com quatro meses de crescimento da arrecadação, setembro recorde

  1. Irineu Canafiste disse:

    Merece todo nosso respeito o governador David Almeida.

  2. Costa disse:

    A economia do país, mesmo com as atrocidades cometidas politicamente pelo Temer, está num processo de retomada do crescimento econômico. Esses pequenos resultados comparados com o ano anterior, que foi pífio em todo o país, são frutos deste cenário econômico e, em razão disto, é natural esta mudança. O David é muito fanfarrão e oportunista.

  3. Evandro Lima disse:

    Esses políticos qdo fazem alguma coisa colocam logo na mídia, mas esquecem q foram ELEITOS PRA ISSO E NÃO ESTÃO FAZENDO NADA MAIS Q SUAS OBRIGAÇÕES.
    Ganham mto bem para trabalharem tão pouco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook