Procurador-chefe e procurador regional eleitoral no AM são empossados em Brasília

O procurador da República e do Ministério Público Eleitoral, Victor Riccely, tomou posse para o biênio 2017/2019 nesta segunda, em Brasília, em cerimônia presidida pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Fotos: Antonio Augusto / Secom / PGR

Os procuradores da República Edmilson da Costa Barreiros Júnior e Victor Riccely Lins Santos tomaram posse como procurador-chefe e procurador regional eleitoral no Amazonas, respectivamente, para o biênio 2017/2019. O procurador da República Rafael da Silva Rocha permanece como substituto da chefia administrativa e da função eleitoral.

Os procuradores de 27 unidades que exercerão a função administrativa e eleitoral nas unidades do MPF foram empossados pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, na última segunda-feira (2), em Brasília. Os procuradores-chefes eleitos para o biênio 2017/2019 foram nomeados pela Portaria nº 1.036/2017 e seus respectivos substitutos foram designados pela Portaria nº 1.036/2017, publicadas na segunda-feira, na seção 2 do Diário Oficial da União.

Na cerimônia, a PGR deu as boas-vindas aos novos gestores e destacou que eles são líderes institucionais. “É muito importante assinalar que tomam posse membros eleitos pelos colegas de suas próprias unidades. Esse é um sinal muito singular da democracia interna que existe no Ministério Público, que nós precisamos sempre saudar e enaltecer”, afirmou.

A posse também contou com a presença da secretária-geral do MPU, Zani Cajueiro, do corregedor-geral do MPF, Hindemburgo Chateaubriand, e do presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), José Robalinho Cavalcanti.

As atividades da posse continuaram de tarde com a presença da secretária-geral. Durante a programação, os novos gestores foram apresentados à estrutura e atuação das áreas de Gestão Estratégica (SGE), Segurança Institucional (SSIN) e Gestão de Pessoas (SGP).

Eleitoral

Na cerimônia de posse dos procuradores regionais eleitorais, realizada no Auditório do Conselho Superior do MPF, Dodge ressaltou que “a atuação de cada um dos membros do Ministério Público que atua neste ofício eleitoral e interessa diretamente à população brasileira é que as eleições sejam hígidas, honestas, financiadas de modo adequado e que, ao final, vença o candidato que atenda às expectativas da população que nele vota, sem corrupção e sem ofensa aos valores mais caros ao regime democrático”.

Após a posse, os procuradores regionais eleitorais participaram de reunião de trabalho para debater o panorama sobre as eleições 2018 e a situação do Ministério Público Eleitoral.

Participaram do debate, o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral Henrique Neves e, por meio de videoconferência, o jornalista Fernando Gabeira e o Secretário de Direitos Humanos e Defesa Coletiva, o procurador regional da República André de Carvalho Ramos.

Procurador chefe do MPF-AM, Edmilson da Costa Barreiros Júnior, também foi reconduzido ao cargo

Veja também

Internação de Sabino passa de R$ 1,3 milhão pagos pela Câmara Federal e família tenta prorrogar lice... Faltando uma semana para terminar o prazo da licença médica do deputado federal, internado sem previsão de alta, a família do parlamentar tenta prorrogar prazo. Vereador Gedeão Amorim está pronto para assumir o cargo em Brasília. Foto: Arquivo Falta uma semana para o verea...
Justiça Federal bloqueia bens de ex-prefeito de Autazes por farra de verbas públicas no réveillon Justiça Federal determinou o bloqueio de bens de ex-prefeito de Autazes e da empresa Planeart devido a desvio de verbas públicas destinadas à festa de réveillon. Foto: ArquivoA Justiça Federal determinou o bloqueio de bens do ex-prefeito do município de Autazes (distant...
PF e MPF investigam furto de veículos do pátio da sede. Bens não são da Operação Maus Caminhos... O Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas esclarece que a apuração instaurada pelo órgão para acompanhar as conclusões e medidas adotadas pela comissão designada pela Superintendência da Polícia Federal (PF) no Amazonas, para apurar os furtos e avarias ocorridas em veíc...
Imigrantes venezuelanos enfrentam risco de fechamento de abrigo. Tema é pauta de reunião do MPF Ministério do Desenvolvimento Social receberá solicitação para manutenção da estrutura de acolhimento a imigrantes venezuelanos em Manaus. O prazo emergencial de 6 meses termina em dezembro. Foto: Arquivo A Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) solicitará ao Mi...
MPF busca a punição de 182 responsáveis por grandes desmatamentos ilegais no Estado Foram identificadas na Amazônia 1.262 áreas de desmatamento ilegal, entre agosto de 2015 e julho de 2016. No Amazonas foram mapeadas 258 áreas e 182 responsáveis por grandes derrubadas da floresta. Foto: ArquivoAção coordenada do Ministério Público Federal (MPF) identif...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *