Secretário Francisco Deodato afirma que déficit na Saúde é de R$ 1,2 bilhão

Os números do setor foram apresentados pelo secretário de Estado da Saúde, Francisco Deodato, nesta sexta-feira (06). Foto: Divulgação

O montante de R$ 1,2 bilhão é o total do déficit do setor da Saúde no Estado do Amazonas, atualmente. Os números, já com todos os levantamentos realizados no setor, foram apresentados pelo secretário de Estado da Saúde, Francisco Deodato, nesta sexta-feira (06), um dia após assumir a gestão, compondo a equipe do governador Amazonino Mendes, que venceu as eleições suplementares deste ano.

Deodato, que esteve à frente da transição do governo, debruçou-se com sua equipe no levantamento dos valores orçamentários, para poder fazer um diagnóstico da área que irá administrar pelos próximos 15 meses.

Os quase R$ 400 milhões, mencionados pelo secretário durante sua solenidade de posse, na quinta-feira, correspondem ao item “Contratos Vigentes”, que estão pendentes de pagamento. “São precisamente R$ 394 milhões, valores referentes a contratos de gestão, gastos com as cooperativas de saúde, os serviços de coleta de lixo hospitalar, logística aplicada à Central de Medicamentos (CEMA) e com gases medicinais”, afirma o secretário.

A maior parte do déficit – R$ 575 milhões – diz respeito a débitos reconhecidos a pagar, realizados nos anos de 2016 e 2017. Em menor valor, estão enquadrados os “Serviços sem Cobertura Contratual”, efetivados de maio a dezembro de 2017, estimados em R$ 178 milhões. Estes, são referentes a pagamentos das cooperativas de saúde, serviços de esterilização de prontos-socorros e serviços médicos e laboratoriais. De acordo com o secretário, muitos destes fornecimentos estão descobertos de contratos, seja porque já estão vencidos ou não foram renovados, mas continuam sendo prestados.

Fechando a conta, ficam ainda R$ 87 milhões que estão classificados como “Restos a Pagar”, ainda remanescentes do período de 2012 a 2017, que são processos já empenhados, mas que não foram pagos.

Solução

Deodato avalia que a situação é bastante crítica e a Susam já estuda uma forma de otimizar os recursos, para tentar resolver a situação. Ele informa que os contratos serão analisados, revisados e redimensionados. “Estamos estudando as estratégias de ação mais adequadas. Vamos criar as condições necessárias para enfrentar esse cenário, de forma a honrar os compromissos já postos e receber os que virão. Isso tudo sendo feito de forma correta juridicamente, digna e respeitosa”, afirmou ele, no discurso de posse, na última quinta-feira (05).

 O secretário tem realizado visitas às maiores unidades de saúde da capital, verificando in loco os problemas, e tem se deparado com um quadro desolador. “Ausência de leitos, superpopulação nos hospitais, ambientes insalubres e improvisados e até falta de alimentação são a realidade destas unidades hoje em dia”, ressaltou Deodato.

 

Veja também

Usuário de drogas é esquartejado e partes do corpo são jogadas em rua, no AM Conforme a PM, Victor era usuário de drogas e também era envolvido em roubos na cidade. Foto: DivulgaçãoVictor da Silva Barbosa, de 21 anos, foi encontrado morto e esquartejado na madrugada desta sexta-feira (23), no bairro Cidade Nova, em Autazes, a 113 km de distância...
Dois jovens são presos após assaltarem escola no Educandos. Um deles usava farda da instituição Após a prisão, as vítimas compareceram a Delegacia-Geral da Polícia Civil, no Dom Pedro, zona Centro-Oeste, para fazer o reconhecimento e depor sobre o caso. Foto: DivulgaçãoCleiton Leal de Alencar, de 20 anos, e Mateus Siqueira Gomes, de 21 anos, foram presos na noite ...
Arthur Virgílio revela que recusou ligações do governador Alckmin e anuncia que distrito industrial ... Arthur Virgílio revela que recusou ligações do governador Alckimin e diz que, segunda-feira, se estiver melhor, poderá atender. Os dois disputam a candidatura do PSDB a presidente da RepúblicaO prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, voltou a criticar as prévias inter...
Colégios da PM liberam alunos mais cedo por falta de professores e Seduc anuncia mais 180 mestres pa... Colégios da PM liberam alunos mais cedo alegando que não podem mais suprir ausências de professores contratando temporários. Na foto, formatura de Ensino Médio do CMPM 3, no Campos Sales, uma das escolas mais destacadas do Estado.O aviso é claro: "Comunicamos aos senhor...
Maus tratos a idosos? Saiba como denunciar em Manaus Nos últimos anos, o Disque Idoso já recebeu 12.060 denúncias. Foto: Semcom/Divulgação São cada vez maiores os índices de maus tratos contra pessoas acima de 60 anos, seja por violência física, psicológica, patrimonial ou negligência. Segundo a Organização Mundial de Saúde ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook