TCE-AM suspende contrato milionário do Cetam para contratação de estagiários

Conselheiro Mario de Mello suspendeu,em decisão democrática, no início da tarde desta sexta-feira (6), todos atos oriundos de contrato com Cetam. Foto: Markus Nagawo/ TCE

Em decisão monocrática, o conselheiro Mario de Mello suspendeu, no início da tarde desta sexta-feira (6), todos atos oriundos do Contrato nº 06/2017-Cetam, firmado entre o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e o Centro de Estudos Avançados e Treinamento (CEAT), no valor de R$ 2,2 milhões, para prestação de serviço de recrutamento e seleção de estagiários de nível médio e superior.

A decisão do conselheiro, que é relator das contas do Cetam, atende a uma representação do procurador de Contas Roberto Krichanã, que questionou o fato de o órgão estar querendo contratar 380 estagiários, para exercício de funções públicas, enquanto resta pendente de nomeação 102 aprovados no Concurso Público – Edital nº 01/2014-Cetam.

O contrato era de 12 meses, com gastos mensais em torno de R$ 189 mil. Antes da suspensão do contrato, ao diretor-presidente do Cetam, Algemiro Ferreira Lima Filho, foi concedido um prazo de cinco dias para explicação dos questionamentos feitos pelo MPC, mas gestor não respondeu à notificação da Corte de Contas.

Na opinião do conselheiro Mario de Mello, diante do cenário de crise econômica e escassez de recursos, o fato aponta para a violação ao princípio economicidade (art. 70 da CF/88), tendo em vista que o Cetam contratou empresa privada (Ceat) para prestar serviço que a própria autarquia possuia competência institucional e expertise para realizar, o que, segundo ele, vai na contramão ao princípio do concurso público.

Em seu despacho, o conselheiro concedeu um prazo de 15 dias ao diretor-presidente Algemiro Ferreira Lima Filho para que apresentasse razões de defesa e produção de provas eventualmente cabíveis e determinou o cumprimento imediato da decisão sob pena de multa. O despacho será publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (6). Já gestor deve ser notificado até segunda-feira (9).

Veja também

Em ano eleitoral, presidente do TRE faz abertura de ano letivo da Escola de Contas A programação de abertura do ano letivo da Escola de Contas Públicas será dividida em três dias. Foto: Ana Cláudia Jatahy/TCECom a presença de várias autoridades, servidores e gestores das prefeituras municipais e governo do Estado, a Escola de Contas Públicas do Tribun...
Contratos temporários de órgãos públicos estão na mira do TCE TCE intensifica fiscalizações sobre admissões realizadas via contrato temporário por parte de gestores públicos. Foto: ArquivoCom o objetivo de impedir a burla ao instituto constitucional do concurso público, por parte dos gestores públicos, no processo de admissão de p...
Juiz mantém condenação a ex-prefeito de Caapiranga por crime de responsabilidade Justiça negou provimento a embargos da defesa do ex-prefeito de Caapiranga, Antônio Ferreira Lima, e manteve condenação pelo crime de responsabilidade. Foto: Divulgação TJAMO juiz titular da Vara Única de Caapiranga, Glen Hudson Paulain Machado, negou provimento a embar...
Ex-gestor da Cema é multado em  R$ 3 milhões pelo TCE. Amazonastur também tem contas reprovadas Foto: Divulgação TCE O colegiado do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) reprovou as contas da Central de Medicamentos do Amazonas  - Cema, referentes ao exercício de 2011, de responsabilidade do então ordenador de despesas do órgão, José Duarte Filho, que terá de devol...
Conselheiro do Amazonas é empossado como membro da Atricon, em Brasília Conselheiro Mario de Mello, foi empossado, nesta terça-feira, como membro-titular do Conselho Fiscal da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon). Foto: DivulgaçãoEm uma solenidade concorrida na sede do Tribunal de Contas da União (TCU), em Bras...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook