Arthur entra no debate direto com Doria e em entrevista ao UOL afirma que PSDB está “petrificado”

Prefeito de Manaus volta a criticar imagem que Doria e Alckmin tem, principalmente, das regiões Norte e Nordeste. Arthur Virgílio Neto se lançou para concorrer às prévias do PSDB para indicar o nome que vai concorrer à Presidência da República em 2018. Foto: Arquivo

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), ocupa neste domingo (8) a mídia nacional, com grande entrevista no portal UOL, falando sobre sua decisão de ser presidente da República nas eleições de 2018.

Nas últimas semanas, o tucano anunciou o desejo de participar das prévias do partido, que considera “petrificado”, buscando quebrar a polarização interna no ninho da sigla entre os presidenciáveis governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e do prefeito da capital paulista João Doria.

Na entrevista, o prefeito mostra-se intenso e pronto para enfrentar o antigo rival político, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Durante o mandato de senador, de 2003 a 2011, Arthur foi um dos mais ferrenhos críticos de Lula. O tucano, que está no segundo mandato consecutivo à frente da Prefeitura de Manaus, disse que o senador Aécio Neves não tem mais condição de seguir à frente da presidência do PSDB.

Ele chamou Alckmin e Doria de “paulistocêntricos” e falou que o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), um nome na corrida presidencial, é “fascista” e “homofóbico”.

Sobre o partido nacionalmente, o tucano enxerga um PSDB mais do que rachado, mas sim petrificado, especialmente vivendo de mitos de que as denúncias de corrupção que atingiram as siglas ao redor, não teriam “tocado” o ninho tucano.

Sobre Doria, que cita que faz campanha até mesmo durante a semana, viajando de Norte a Sul do País, Arthur alfineta falando que ele usa uma estratégia caduca como marketing. “Vai a festas populares, como foi ao Círio, em Belém, naquele clima velho de se unir aos ícones da tradição. Ele vai segurar a corda? Ele não tem uma vitrine correta para o Brasil, disse durante a entrevista ao UOL.

Para o prefeito, Doria ainda comete outro erro na estratégia, de fazer anúncios e promessas, como o fim das filas no atendimento de saúde na rede municipal de São Paulo, mas nada aconteceu. O tucano lembra que Doria já anunciou outro programa, de privatizações: “Não há solidez jurídica sobre o que ele está falando. É coisa par ir para o Twitter e pras redes sociais”, comentou.

Questionado sobre o motivo de se lançar como uma terceira via dentro do partido, Arthur Virgílio Neto explica que, em primeira lugar, quer prestar serviço ao país, e à Região Norte, que sempre fica em um plano bem secundário na “visão de quem governa a partir de São Paulo”, disse na entrevista.

E sobre falar sério sobre segurança, observando o caso do Estado do Rio de Janeiro, o prefeito de Manaus confia desarmar o discurso de Jair Bolsonaro. “Há um espaço enorme para crescer na medida em que a gente explicar tudo o que se pensa de verdade”, responde ao UOL.

A visão que chama de “paulistocêntrica” de Alckmin, que inclusive já teve Ações Diretas de Inconstitucionalidade (Adins) na guerra fiscal, que inclui o Amazonas, é vista como negativa por Arthur. “Ele não entende de Amazônia. É cafona não entender de Amazônia. O Alckmin precisa ser beliscado e acordar para as regiões Norte e Nordeste. Eles não olham”, fala o prefeito, ao ser questionado sobre o governador de São Paulo.

Sobre o Governo Temer, o tucano que governa Manaus afirma que ele está mal politicamente, mas que as soluções práticas à vista – como adiar reformas e colocar Rodrigo Maia no poder -, não são garantia de travessia econômica segura para 2018, depois de todos os revezes de 2016 e 2017.

Arthur não vê Temer como a pessoa correta para fazer essa travessia, mas que está “lá por acaso”, como acontecer com Itamar Franco, José Sarney e Fernando Henrique Cardoso. “Se derrubarmos todos, com que Brasil vamos chegar em 2018? A situação é muito grave. No dia em que o (Henrique) Meirelles acordar e pensar que já está de saco cheio, for embora e levar a equipe econômica embora, o que vai acontecer? Eu olho pro Brasil e vejo um cenário muito grave”, responde ao UOL.

Veja também

Braga está fora da disputa para o Governo do Amazonas em 2018, diz levantamento do Estadão Operação Lava Jato mostra impactos no cenário político eleitoral para o ano que vem. No Amazonas, Braga faria a opção natural pela reeleição, e Vanessa Graziottin poderia tentar vaga na Câmara dos Deputados. Ambos são citados na investigação. Foto: ArquivoDa Redação e A...
Prefeito de Manaus vai enviar à Câmara data-base de professores e fala de aumento para docentes Em mensagem aos educadores, Artur Virgílio Neto anunciou que enviará data-base para votação na Câmara e que na folha de novembro haverá aumento, a título de prática docente, de gratificação para os mestres que atuam em sala de aula. Foto: DivulgaçãoO prefeito de Manaus ...
Vice-prefeito Marcos Rotta é eleito presidente do diretório municipal do PSDB O vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta, foi eleito novo presidente do PSDB Manaus neste sábado: "o pensamento maior é poder servir a cidade de Manaus, sempre". Foto: Alexandre FonsecaNeste sábado (14), os filiados do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) em Ma...
Influência de milícia e tráfico nas eleições 2018 preocupa governo e Judiciário. FDN já tentou elege... A menos de 1 ano para as eleições, o governo mostra preocupação com influência e interferência do crime organizado no processo, além de possível infiltração de políticos ligados a facções nos poderes. Foto: Divulgação TSEDa Redação e Agência BrasilA menos de um ano ...
Arthur Virgílio Neto palestra sobre gestão fiscal em evento no Rio de Janeiro Prefeito de Manaus apresentará resultados das boas práticas da Prefeitura de Manaus em controle de contas, investimentos e transparência durante evento da Firjan, no Rio de Janeiro. Foto: SemcomO prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, é o convidado da Federação das I...

3 comentários para “Arthur entra no debate direto com Doria e em entrevista ao UOL afirma que PSDB está “petrificado”

  1. O Brasil tem jeito, se entrar um Militar linha dura!
    Quanto a velha guarda, preciso ver acontecer.

  2. Eduardo disse:

    Quem é Artur Neto? O que faz? Onde mora? prefeito de onde? Sou manauara e não vejo esse cara, nem ouço falar e ISSO quer ser presidente????????????????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook