Estado para de pagar fornecedores por 30 dias até comissão revisar todos os contratos

O secretário Alfredo Paes disse que o objetivo da revisão dos contratos é adequá-los à realidade financeira e orçamentária atual do tesouro estadual. Foto: Arquivo

O Governo do Amazonas suspendeu, por um prazo de 30 dias, os pagamentos decorrentes de todos os contratos administrativos firmados com o Executivo.  A medida vem acompanhada da criação de uma comissão que vai revisar todos esses contratos. Os decretos 38.310 e 38.311, que regulamentam as duas decisões, serão publicados no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, 11 de outubro, quando passam a vigorar.

De acordo com o secretário estadual de Fazenda, Alfredo Paes, a adoção de medidas administrativas de análise, revisão, auditoria e repactuação de contratos é fruto do déficit financeiro identificado no início da atual administração, somado à decisão do Tribunal de Contas do Estado de bloquear os pagamentos que não respeitarem a Lei de Responsabilidade Fiscal, decisão que foi ratificada pelo Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM).

“As medidas adotadas têm como cunho a cautela na aplicação dos recursos públicos. Os novos gestores estão analisando os contratos vigentes com foco na racionalização das despesas e formas de promover redução dos gastos. Após a definição de prioridades, os custos de cada instituição pública serão discutidos com a equipe da Secretaria de Estado da Fazenda e, posteriormente, encaminhados para o governador Amazonino Mendes”, afirmou Alfredo Paes.

 Comissão

A Comissão de Revisão e Contratos Administrativos foi criada para análise, revisão, auditoria e repactuação dos contratos firmados pelo Poder Executivo Estadual, relacionados às Secretarias de Estado da Saúde (Susam), da Educação (Seduc), Segurança Pública (SSP), Infraestrutura (Seinfra) e Administração Penitenciária (Seap).

Segundo o secretário de Fazenda, a suspensão dos pagamentos por um período de 30 dias vai possibilitar que a comissão consiga tornar mais célere a análise dos contratos. O objetivo da revisão é adequá-los à realidade financeira e orçamentária atual do tesouro estadual. Visa, ainda, estabelecer novos mecanismos de fiscalização e controle interno.

 

 

Veja também

Terceira vítima de mordida de morcego passa por cirurgia bem sucedida na FMT mas segue em estado gra... Foto: DivulgaçãoA Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde  (Susam), informa que realizou com sucesso um procedimento neurocirúrgico em um paciente de 14 anos, oriundo o município de Barcelo...
Famílias das zonas norte e leste vão receber 1.760 títulos definitivos de imóveis Foto: ArquivoO Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Política Fundiária (SPF), vai entregar 1.760 títulos definitivos de imóveis para moradores de sete bairros das zonas leste e norte de Manaus. A entrega será no sábado, dia 16 de dezembro, às 9h, na Escola Est...
SSP-AM vai cadastrar carregadores da Manaus Moderna Segundo denúncias, supostos carregadores do porto da Manaus Moderna estariam ameaçando e até extraviando mercadorias e pertences de clientes que não aceitam os valores cobrados pelo serviço.Foto: Bruno Zanardo - Secom A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) ...
Comunitários do Rio Unini afirmam que falta de energia aumenta ataques de morcegos. Gerador está que... Comunidade do Rio Unini em Barcelos vive dias de escuridão. (Foto Rosângela Jesus/ Facebook da Resex Unini)A população das nove comunidades do Rio Unini, no Amazonas, vive dias de tristeza e preocupação. Uma criança e um adolescente morreram vítimas de raiva humana, pos...
Manaustrans reforça orientações no entorno da Arena da Amazônia. Área terá três eventos simultâneos... O condutor deve ficar atento neste sábado (9), para a realização de três eventos que ocorrerão simultaneamente na Arena da Amazônia, Sambódromo e Centro de Convenções Vasco Vasques. O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) vai monitora...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *