Foragido do Compaj após cavar túnel, SSP-AM prende “Jerê”, acusado de ser pistoleiro da FDN

“Jerê” foi recapturado após denúncia anônima. Ele fugiu do Compaj em 2014 e tem seis processos por homicídio. Foto: SSP-AM

Policiais da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) recapturaram, nesta quarta-feira (11), Geremias Ribeiro da Silva, 32, o “Jerê”, foragido do regime fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), desde 26 de Julho de 2014.

Ele é acusado de ser pistoleiro da facção criminosa Família do Norte (FDN) e é o último recapturado da fuga de 2014, onde seis presidiários escaparam por um buraco feito na parede que separa o regime fechado do semiaberto.

“Jerê” responde seis processos por homicídios entre o período de 2004 a 2011 e possui em seu nome investigações criminais em curso.

Após denúncia anônima ao 181, Disque Denúncia da SSP-AM, policiais da Secretaria Executiva-Adjunta de Operações Integradas (Seaop/SSP) se deslocaram até o conjunto Viver Melhor II, bairro Santa Etelvina, zona Norte de Manaus, para efetuar a prisão.

De acordo com o secretário executivo-adjunto de Operações Integradas, Orlando Amaral, durante a abordagem, o foragido pulou do terceiro andar do prédio onde estava pelo buraco do ar-condicionado.

“Ele tentou fugir dos policias, mas foi pego. Segundo a denúncia, Geremias também estava atuando no tráfico de drogas e aterrorizando moradores da região”, disse.

Após os primeiros procedimentos, ele foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) para cumprimento de pena.

Gelson Carnaúba era o mais perigoso dos fugitivos do grupo que escapou pelo túnel. Ele é considerado fundador da maior facção criminosa do Amazonas, a FDN, acusado de ter comandado a rebelião mais sangrenta do sistema penitenciário do Amazonas, ocorrida em 2002, junto com outros presos identificados como Marcos Paulo, Francisco Álvaro e Elmar Libório, o “Macaxeira”.

Carnaúba recebeu condenação de 120 anos de prisão e cumpre pena no presídio de segurança máxima de Catanduvas. A FDN possui fortes laços com o Comando Vermelho, do Rio de Janeiro, e age no tráfico de drogas, sequestro, assalto, homicídios, extorsão e até mesmo exploração de jogos de azar.

Veja também

EXCLUSIVO: Ex-esposa de Zé Roberto rebate acusação de comandar massacre no Compaj. Veja entrevista, ... Ex-esposa de Zé Roberto afirma: "Sou inocente e quero viver em paz, cuidando de minha filha"Ex-esposa de Zé Roberto da Compensa, nascido José Roberto Fernandes Barbosa, considerado líder da organização criminosa Família do Norte (FDN) rompe silêncio. Luciane Albuquerque...
AM tem a maior superlotação carcerária do País Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias divulgado nesta sexta-feira (8) pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública revela que o Estado do Amazonas lidera o ranking dos Estados brasileiros com a maior superlotação carcerária do País. Conforme os dados, o déf...
Audiências por videoconferência nas cadeias devem iniciar este mês, pelo Compaj Videoconferência já é realizada entre presídios federais. Agora TJAM e forças de segurança vão implantar sistema para realizar audiências nas Varas Criminais e cadeias de Manaus. Foto: Raphael Alves/ TJAMO presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembarga...
Prisão de mentora intelectual do massacre do Compaj e esposa do Zé Roberto da FDN está nas mãos da J... Esposa de Zé Roberto, Luciane Albuquerque, 29, teve a prisão preventiva pedida pela promotoria. Ela é uma das 213 pessoas denunciadas por envolvimento no massacre do Compaj. Foto: ArquivoDenunciada como mentora intelectual do maior massacre em presídio do Amazonas, entr...
Operação Impacto prende 23 pessoas e apreende mais de 5 kg de drogas e armas Forças de segurança prenderam 23 pessoas durante operação deflagrada hoje em sete bairros da zona Sul. Fotos: Bruno Zanardo/ SecomMais 23 pessoas foram presas em cumprimento a mandados de prisão e de busca e apreensão, relacionados a crimes distintos durante a Operação ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *