Unimed Manaus deverá pagar multa de até R$ 200 mil se tiver falhas na prestação do serviço

A Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM), por meio da Defensoria Pública Especializada de Atendimento de Interesses Coletivas (DPEAIC), e o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) ajuizaram em abril deste ano uma Ação Civil Pública contra a Cooperativa de Trabalho Unimed Manaus. A medida, motivada pela má qualidade no serviço prestado à população, resultou em inquérito civil público e procedimentos administrativos, que culminaram em multa mensal de até R$ 200 mil para a Unimed Manaus, caso descumpra ordem judicial que determina a adoção de medidas de divulgação de informações sobre médicos credenciados e o tratamento adequado aos conveniados na marcação de consultas.

Ausência de profissionais e número insuficiente de hospitais, aliados à recusa de autorizações para realização de procedimentos médicos e a distinção estabelecida na marcação de consultas, entre os conveniados da cooperativa e outros pacientes particulares, foram os principais argumentos acatados pelo juiz Leoney Figliuolo, da 10º Vara Civil de Acidentes de Trabalho, para conceder a liminar contra a cooperativa médica.

Em liminar, o juiz determinou que a Unimed Manaus deverá divulgar mensalmente – em local de público acesso e nos boletos de pagamento -, a lista de profissionais médicos credenciados e dos novos integrantes, além de informar no Guia Médico a possibilidade de alteração no quadro de prestadores de serviço e de fiscalizar a atuação dos profissionais médicos cooperados, quanto ao atendimento e correta informação aos usuários.

Caso descumpra as determinações, a Unimed Manaus deverá pagar R$ 100 mil para cada ato de cobrança adicional às consultas e também R$ 100 mil por recusa a atendimento e tratamento diferenciado em relação aos outros planos de saúde. No caso da não informação atualizada dos profissionais credenciados a multa sobe para R$ 200 mil.

“Também estão em andamento outras ações semelhantes contra outros planos de saúde, por conta das reiteradas reclamações pela má prestação de serviço. Nota-se que o plano de saúde geralmente é vendido com uma certa quantidade e diversidade de especialistas e, na hora de agendar consulta, o usuário constata que certos profissionais não estão mais no quadro. Também constatamos a situação na distinção do atendimento. Os pacientes conveniados dispõem de uma agenda com menos possibilidades de consultas que os demais, o que é ilegal”, enfatizou o defensor público Carlos Almeida, titular da DPEAIC.

Em seu site institucional, a Unimed Manaus divulga que atende mais de 180 mil clientes, dado que a coloca entre as maiores cooperativas médicas do Estado, com aproximadamente 1 mil médicos credenciados que atendem 55 especialidades diferentes.

 

Veja também

Posto mais bonito do Brasil é de Manaus, disputando com 600 dos 45 mil do País Fundadores do Grupo Portela, Adalto Carneiro Portela e Odete Machado Portela, com o troféu de Posto mais bonito do BrasilO Posto mais bonito do Brasil é o Posto Portela de Manaus. Inaugurado no meio deste ano, na Ponta Negra, o local oferece 25 operações de conveniência...
Preço da gasolina começa a baixar em Manaus e o litro já pode ser encontrado a R$ 3,99 Postos de combustíveis deram início a promoções. Foto: Portal do Marcos SantosO motorista amazonense começa a sentir os efeitos de uma leve redução do valor do preço do combustível nos postos de Manaus.Desde sexta-feira, vários estabelecimentos deram início a divers...
Vestibular da UEA tem mais de 45 mil candidatos no 1º dia de provas O Vestibular da UEA oferece um total de 3.433 vagas, sendo 1.122 vagas para capital e 1.932 vagas para o interior. Foto: Valdo Leão/Secom.A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) aplicou neste domingo (22) as provas de Conhecimento Gerais do Vestibular 2017, acesso 20...
Entrega dos kits da Corrida Cidade de Manaus sofre alteração e será realizada em local único Para uma maior comodidade e melhor logística, os kits da 8ª Corrida Cidade de Manaus serão entregues em local único e em novo horário. Os dois mil kits – 1.500 para o público geral, 400 para servidores e 100 para Pessoas com Deficiências (PCDs) – serão entregues nesta se...
Governador Amazonino Mendes determina estudos para a reforma e ampliação do Hospital de Manacapuru O prefeito de Manacapuru, Beto Dângelo, acompanhou o secretário de Saúde, Francisco Deodato, em visita ao hospital. Foto: Aguilar Abecassis/SecomO governador Amazonino Mendes determinou à Secretaria Estadual de Saúde (Susam) a realização de estudos para a reforma e ampl...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook