Polícia Civil começa a usar drones para monitoramento e investigação de crimes

Teste começaram nesta semana em pontos pelo Centro e em mais três localidades da capital. Para cada região monitorada haverá uma base montada com equipe da Polícia Civil. Foto: Reprodução

Facilitar o trabalho de inteligência, as investigações e operações de combate ao crime são algumas das vantagens da utilização de drones na segurança pública. Empregado com êxito no campo militar, as aeronaves não tripuladas comandadas à distância começam a ser usadas pela Polícia Civil do Amazonas no monitoramento permanente do comércio e das chamadas regiões vermelhas, que possuem altos índices de criminalidade em Manaus.

Os testes com os drones começaram, nesta semana, pelo Centro da cidade. Inicialmente, o monitoramento móvel acontecerá, simultaneamente, em quatro pontos da capital. Bairros como Nova Cidade, na zona Norte, e São José, na zona Leste, por exemplo, estão incluídos. Equipes de policiais civis treinados vão guiar as aeronaves e acompanhar em tempo real possíveis ocorrências.

Para cada região monitorada por drone, uma base será montada com uma equipe de quatro policiais civis responsáveis pela resolução de casos. Segundo o delegado-geral da Polícia Civil, Mariolino Brito, a nova estratégia apresenta inúmeras vantagens. Vai melhorar o reconhecimento das áreas e facilitar a atuação policial.

“Uma equipe da Polícia Civil, suficientemente armada, vai operar o drone e fazer o enfrentamento naquela região. Isso, sobretudo, trará avanços ao trabalho de inteligência policial no combate ao crime”, pontuou Brito.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), e os departamentos de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) devem ser os mais beneficiados, avalia o delegado-geral.

Georreferenciamento

Com a chegada dos drones, a Polícia Civil formará, ainda, um mapa em vídeo de toda a capital. O banco já está em construção e funcionará seguindo a mesma lógica do georreferenciamento, ou seja, será possível encontrar endereços, identificar as características geográficas e, com isso, otimizar a resposta policial.

“Já temos imagens de toda a orla e de becos do Educandos e da Praça 14, e também vamos fazer em todos os bairros, chegando aos lugares mais difíceis da polícia entrar, como becos e vielas escuras e invasões”, disse o delegado-geral. Ganham o trabalho de investigação e o atendimento das ocorrências, ressalta o delegado Guilherme Torres, titular do Departamento de Repressão ao Crime Organizado.

“O melhor reconhecimento das áreas nos dará a possibilidade de fazer distribuição da tropa na região da ocorrência com mais eficiência. Vamos conseguir acessar os lugares mais difíceis. Em alguns lugares, quando a polícia chega, geralmente tem alguém na esquina que avisa os demais, o que, às vezes, acaba ‘queimando’ a investigação”, disse Torres.

“A zona Sul, palco de alguns conflitos por disputa de território entre traficantes, agora está mapeada por drones, o que facilita a atuação policial”, acrescentou o titular do DRCO.

Veja também

Governo anuncia pagamento de promoção para 1.180 PMs na folha de março Anúncio do pagamento de promoção para cerca de 1.180 PMs a partir da folha de março foi feito pelo vice-governador Bosco Sraiva. Foto: Bruno Zanardo/ SecomO governador Amazonino Mendes autorizou nesta sexta-feira (23) o pagamento das promoções de cerca de 1.180 policiai...
Atrações e competições esportivas abrem programa de combate à violência em Manaus Balé Folclórico é uma das atrações culturais no lançamento do projeto. Foto: DivulgaçãoA partir deste final de semana, o Governo do Amazonas começa a realizar um novo programa social voltado à prevenção da criminalidade em Manaus.Com ações nas áreas de cultura, espo...
Polícia prende assassino do sobrinho do narcotraficante João Branco. Executor tinha cabeça a prêmio... Homicídio de sobrinho do narcotraficante João Branco não foi provocado por retaliação entre o crime organizado. Executor, Matheus Siqueira, estava jurado de morte por "Neném". Foto: David Batista/ PMSMatheus Siqueira Gomes, 19, vulgo "Kaká", preso em flagrante durante a...
Irmão de traficante que comandava tráfico de dentro da cadeia se apresenta no DRCO e é preso Diego Bruno, 19, foi envolvido na organização criminosa que seu irmão, "Diego Nariz", comandava de dentro da prisão. Foto: DivulgaçãoO quinto alvo da Operação Contantinopolis, deflagrada nesta segunda-feira (19), para desarticular uma organização criminosa ligada ao trá...
Xerife da FDN, “Diego Nariz” comandava tráfico na zona Sul de dentro do Ipat. Organizaçã... Operação Constantinopolis deflagrada hoje desarticulou organização criminosa comandada por "Diego Nariz", xerife da FDN, que atuava de dentro do presídio. Foto: David Batista/ PMSCondenado por tráfico de drogas a cinco anos da prisão, Diego Bruno de Souza Moldes, o "Die...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *