Brasil pode crescer 4% dentro de três anos, diz Meirelles

O ministro da Fazenda afirmou que o Brasil tem potencial para ter um PIB de 4%, caso as reformas propostas pelo governo sejam aprovadas no Congresso. Foto: Reprodução

Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou em Washington, que o Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) potencial do Brasil pode passar a ser de 4%, caso as reformas propostas pelo governo sejam aprovadas.

Meirelles citou como exemplo reformas macroeconômicas, entre as quais a tributária e a da Previdência. “Algumas delas já foram aprovadas, como, por exemplo, a taxa de longo prazo para o BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social]”, destacou o ministro. Ele disse que seria viável atingir esse patamar em um horizonte de tempo de “três, quatro anos”.

Perguntado  sobre os impactos de curto prazo da reforma da Previdência, o ministro afirmou que há efeitos positivos, como o aumento do nível de confiança, da força e da estabilidade dos índices econômicos do país, além da expansão do volume de investimentos. Meirelles ressaltou que a aprovação da reforma é do interesse das diversas facções políticas, “inclusive porque, se não for aprovada agora, ela terá que ser discutida e aprovada no próximo governo. Isso será ruim para quem assumir, porque o primeiro desafio será enfrentar a reforma da Previdência”.

Para o ministro, caso a reforma não seja aprovada, haverá outro impacto, que deve ser levado em consideração por causa do teto dos gastos. “Se não houver aprovação das medidas necessárias e se, em algum momento, o Orçamento e as despesas públicas violarem a regra do teto, os mecanismos são autocorretivos. Existe, então, o corte de novas isenções, subsídios, paralisação de qualquer aumento de contratação ou de salários”.

Segundo Meirelles, isso favorece a aprovação de normas que viabilizem o teto de gastos “de uma maneira mais uniforme no futuro”.

Veja também

Boletim Focus prevê inflação de 3% para este ano, segundo Banco Central Para 2018, a estimativa para o IPCA permanece em 4,02%. As estimativas para os dois anos permanecem abaixo do centro da meta de 4,5%. Foto: ArquivoAgência BrasilO mercado financeiro aumentou a projeção para inflação pela segunda vez seguida. A estimativa para o Índi...
Previsão de salário mínimo para 2018 cai para R$ 969. Redução é de R$ 10 Por lei, até 2019, salário mínimo é definido com base no crescimento da economia de dois antes antes mais a inflação medida pelo INPC. Foto: ReproduçãoDez reais. Esse o valor que será reduzido do valor do salário mínimo para o próximo ano, depois do anúncio da revisão d...
Em Brasília, governador busca apoio a vetos para garantir direitos da ZFM David Almeida esteve reunido com o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardia, tratando dos vetos à PL no Senado. Foto: Divulgação SemcomO governador David Almeida conseguiu, em Brasília, nesta quinta-feira (20), apoio do Ministério da Fazenda na def...
PIB cresce 1% no primeiro trimestre após dois anos de queda O Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todas as riquezas produzidas no país, cresceu 1% no primeiro trimestre deste ano, em comparação ao quarto trimestre do ano passado, na série com ajuste sazonal. Esta foi a primeira alta na comparação, após dois anos consecutivos de qu...
Trabalhadores de Manaus aderem à Greve Geral. Rodoviários anunciam paralisação e Sinetram vai à Just... Propostas de reformas Trabalhista e Previdenciária estão em tramitação no Congresso Nacional. Foto: ArquivoPor Gabriel MachadoTrabalhadores dos setores púbico e privado de Manaus vão aderir à Greve Geral que ocorre na sexta-feira (28/04), em todo o Brasil, em protes...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *