Brasil pode crescer 4% dentro de três anos, diz Meirelles

O ministro da Fazenda afirmou que o Brasil tem potencial para ter um PIB de 4%, caso as reformas propostas pelo governo sejam aprovadas no Congresso. Foto: Reprodução

Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou em Washington, que o Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) potencial do Brasil pode passar a ser de 4%, caso as reformas propostas pelo governo sejam aprovadas.

Meirelles citou como exemplo reformas macroeconômicas, entre as quais a tributária e a da Previdência. “Algumas delas já foram aprovadas, como, por exemplo, a taxa de longo prazo para o BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social]”, destacou o ministro. Ele disse que seria viável atingir esse patamar em um horizonte de tempo de “três, quatro anos”.

Perguntado  sobre os impactos de curto prazo da reforma da Previdência, o ministro afirmou que há efeitos positivos, como o aumento do nível de confiança, da força e da estabilidade dos índices econômicos do país, além da expansão do volume de investimentos. Meirelles ressaltou que a aprovação da reforma é do interesse das diversas facções políticas, “inclusive porque, se não for aprovada agora, ela terá que ser discutida e aprovada no próximo governo. Isso será ruim para quem assumir, porque o primeiro desafio será enfrentar a reforma da Previdência”.

Para o ministro, caso a reforma não seja aprovada, haverá outro impacto, que deve ser levado em consideração por causa do teto dos gastos. “Se não houver aprovação das medidas necessárias e se, em algum momento, o Orçamento e as despesas públicas violarem a regra do teto, os mecanismos são autocorretivos. Existe, então, o corte de novas isenções, subsídios, paralisação de qualquer aumento de contratação ou de salários”.

Segundo Meirelles, isso favorece a aprovação de normas que viabilizem o teto de gastos “de uma maneira mais uniforme no futuro”.

Veja também

Tiririca renunciou para favorecer Genoíno. Fato ou boato? Tiririca renunciou para favorecer Genoíno? Confira se isso é fato ou boatoTiririca renunciou para favorecer Genoíno, ex-deputado do PT, que está prestes a ser julgado. Ele precisa, desesperadamente, de foro privilegiado. Daí a manobra da renúncia de Tiririca. Essa é a v...
Em encontro com ministro da Fazenda, Amazonino defende novo olhar para ZFM e apoio a novas atividade... O governador Amazonino Mendes (PDT) chamou atenção para os recursos contingenciados da Suframa e necessidade de ampliar investimentos em P&D. Foto: Clóvis Miranda - SecomO governador do Amazonas, Amazonino Mendes, cobrou do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, u...
Empresários vão discutir problemas do PIM com ministro Henrique Meirelles, na quinta-feira Ministro Henrique Meirelles faz palestra na Fieam, nesta quinta-feira. Foto: DivulgaçãoO ministro da Fazenda Henrique Meirelles vem a Manaus na quinta-feira para realizar palestra na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) sobre a economia brasileira e de...
Em vídeo, Arthur Virgílio reforça amplo debate e prévias para Presidência. Meirelles é cotado para s... Tucano reafirma que partido deve investir em série de debates para compor as prévias visando a eleição de 2018. Apesar do ministro da Fazendo, Henrique Meirelles, não ter confirmado que concorrerá no pleito, seu nome é cotado para vice de Arthur. Foto: ArquivoO ex-senad...
Boletim Focus prevê inflação de 3% para este ano, segundo Banco Central Para 2018, a estimativa para o IPCA permanece em 4,02%. As estimativas para os dois anos permanecem abaixo do centro da meta de 4,5%. Foto: ArquivoAgência BrasilO mercado financeiro aumentou a projeção para inflação pela segunda vez seguida. A estimativa para o Índi...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook