Casal preso colocou entorpecente na bebida de grávida e retirou bebê com faca

Alex e Joelma doparam a vítima e a levaram para uma área de mata, onde fizeram um corte na barriga para retirada do bebê. Mulher morreu no local. Foto: Divulgação

Alex da Silva Carvalho, 18, e Joelma Queila Santana da Silva, 22, foram presos em flagrante acusados de cometer um crime bárbaro do assassinato de uma jovem de 20 anos, grávida de 37 semanas, em São Sebastião do Uatumã (distante 247 quilômetros de Manaus).

A Polícia Civil do Amazonas, por meio do Departamento de Polícia do Interior (DPI), atualmente comandado pelo delegado Mateus Moreira, diretor do setor, com o apoio das equipes de investigação da 38ª e 44ª Delegacias Interativas de Polícia (DIPs), nos municípios de Itapiranga e São Sebastião do Uatumã, deteve os infratores quinta-feira (19).

De acordo com o delegado Claudenor Medeiros, titular da 44ª DIP, em São Sebastião do Uatumã, populares foram até a unidade policial comunicar que um corpo, do sexo feminino, havia sido encontrado em uma área de mata, nas proximidades de um local conhecido como “Campo de Pelada Pimenta”, no bairro da Paz, naquele município.

“Saímos em diligência até o local indicado e constatamos que a vítima estava grávida. Em seguidas recebemos a informação de que uma mulher havia sido vista carregando um recém-nascido em uma embarcação com destino ao município de Itapiranga”, disse Medeiros.

Conforme a autoridade policial, uma equipe da 44ª DIP foi deslocada até o município de Itapiranga (227 quilômetros da cidade). No lugar, policiais civis da 38ª DIP, em Itapiranga, foram acionados para colaborar com a ação policial.

O delegado João Cabral, titular da 38ª DIP, informou que Alex e Joelma foram interceptados por volta das 9h, na orla de Itapiranga, no momento do desembarque, e estavam com o recém-nascido do sexo masculino.

“Em depoimento, a dupla informou que, na madrugada desta quinta-feira, encontrou a grávida em uma lanchonete. Em um momento de distração da vítima, Joelma colocou uma substância tranquilizante na bebida da jovem, que acabou desfalecendo”, pontuou Cabral.

O crime

Conforme Cabral, em seguida a jovem foi levada até uma área de mata, onde aconteceu o crime.

Os infratores utilizaram uma faca para a remoção do feto. A vítima morreu no local. Questionados sobre a motivação do delito, Joelma argumentou que não conseguia engravidar e queria muito poder dar ao marido um filho do sexo masculino. Ela contou com a ajuda de Alex para conseguir o que queria.

Alex e Joelma foram autuados em flagrante por homicídio duplamente qualificado e permanecerão presos na 38ª DIP.

O bebê foi levado ao hospital de Itapiranga e está sob os cuidados do Conselho Tutelar daquele município.

Veja também

Família de 10 irmãos e parentes são alvo da Operação DNA de combate a organização envolvida em tráfi... Operação, que tem apoio do DIP de Iranduba, levou quatro meses de investigação. Foto: DivulgaçãoA Operação DNA, deflagrada pela Polícia Civil do Amazonas nesta segunda-feira (20), no Município de Iranduba (distante 27 quilômetros de Manaus), visa desarticular uma operaç...
Auxiliar é morto espancado e suspeita é de crime passional no Lírio do Vale O auxiliar de serviços gerais Gabriel dos Santos Lima, 20, foi morto a socos e chutes na cabeça, por espancamento, na travessa Nova York, no Lírio do Vale, zona Oeste, na madrugada de domingo (19). Crime passional Segundo investigação da polícia, o homicídio teve motivação...
Acusados de latrocínio de subtenente do Exército são condenados a mais de 20 anos de prisão Dênis de Oliveira e Marcelo Martins foram presos no dia 5 de abril passado e condenados pelo latrocínio do subtenente Ladeira. Foto: ArquivoO juiz titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Manaus, Luís Márcio Nascimento Albuquerque, condenou nesta quinta-feira (16), doi...
Ligado ao narcotraficante “João Branco”, “Gigante” deu ordem para executar P... Segundo titular da DEHS, "Gigante" teria ordenado execução do soldado Portilho sem consultar cúpula da FDN, uma das razões para ter fugido de Manaus, com medo de represália. Ele arrecadava dinheiro do tráfico semanalmente na invasão. Foto: Divulgação PC-AMRodolfo Barros...
Preso último envolvido no homicídio de veterinário ocorrido em 2014 Jardel Brito, o "Vovô", é o último preso envolvido no homicídio qualificado do veterinário Fernando Augusto, 62, encontrado morto em área de igapó no rio Negro. Foto: DivulgaçãoJardel Brito da Silva, 28, conhecido como “Vovô”, foi preso em cumprimento a mandado de prisã...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook